COMO SE RECUPERA UM ZORRO - Carlos Barros



Esta figura do Zorro que aqui aparece remodelada é produto de um lote adquirido em conhecido site de leilões.


Agradeço ao Marciomelo por ter me enviado este lote, possibilitando a recuperação de tão imponente figura Gulliver.


O Zorro estava com pequenos problemas como: a falta de dedos na mão aberta, a falta de uma parte do lenço amarrado à cabeça, pintura geral.


Além disto, nada mais havia. Isto é, nenhum outro elemento da figura estava disponível. Nenhum acessório.


Tratei de criar um chicote (látego) e uma espada para este herói, a partir de plástico extraído de peças chinesas (cowboys e índios).


a) De um cowboy laçador extraí parte da corda e fiz o chicote com ela, moldando e colando as partes a um cabo, este extraído de uma lança de índio.




b) Um sabre de um soldado de cavalaria anos 70 Gulliver foi a base para espada que aparece com a figura do Zorro.



c) Criei apenas uma empunhadura apropriada, com a ponta de uma corneta que pertencia a um soldado Gulliver/Atlantic.



Tudo conforme minha metodologia de trabalho, baseada no uso de plástico para a reconstrução de figuras Gulliver/Casablanca.


O cavalo é produto de um outro lote adquirido do autor deste site, Marcos Guazzelli, através do mesmo site de leilões.


É um cavalo cópia da Elastolin, que foi usado em muitos sets nacionais, inclusive o "Independência ou Morte", onde D.Pedro aparece montado nele.


Veio sem o rabo e com as patas quebradas, refeitos facilmente, aplicando-se a mesma técnica.


O resultado é o que aparece nestas fotos, a recuperação desta figura: "O Zorro".


Espero que apreciem a peça.


Carlos Barros







Comentários

Enviar comentario

De: jorge araujo
eu me lembro deste Zorro da Gulliver, eu tive um, o engraçado que ele tinha um chapel tipo "sombreio" se não me engano uma capa que saia dele....parabéns ficou muito boa a restauração...


De: pauloafonsodasilva139@gmail.com
parabéns,criativo e perfeito! Paulo Afonso-João Pinheiro MG