VISITA A COLECIONADOR, NOVEMBRO DE 2017



Faz algum tempo que tenho ouvido no meio de colecionadores as frases “vendi para o Rovilson”, ou “o Rovilson comprou”. Resolvi então conhecer pessoalmente o Rovilson, afinal até então só o conhecia através comentários postados no site.

O colecionador Alberto Cruz intermediou o contato, e o Rovilson gentilmente aceitou me receber em sua residência num sábado ensolarado, meio de feriadão estendido.

O Rovilson contou que mudou para o apartamento atual há pouco tempo, e que só recentemente concluiu a montagem do quarto destinado a guardar a coleção. Mas já está pensando em ampliar, com mais prateleiras.

Em nosso bate papo ele contou que sempre gostou dos brinquedos de faroeste, mas que não teve muitos na infância, vivida em Minas Gerais, em função das limitações financeiras da época. Todos os brinquedos que teve acabaram se perdendo com o tempo. Como, penso, ocorreu com quase todos nós, o Rovilson também tinha um primo rico, o qual tinha uma grande quantidade de brinquedos.

Nascido em 1961, o Rovilson acompanhou bem a fase da Casablanca.

Questionado sobre a razão pela qual passou a colecionar brinquedos de faroeste, o Rovilson contou que foi por causa de um texto meu, publicado há cerca de 15 anos no site Galeria dos Brinquedos. Foi este texto que despertou as memórias de infância, e trouxe de volta o desejo de possuir os saudosos brinquedos.

Como mencionei acima, os brinquedos estão num quarto destinado à guarda da coleção, e é neste quarto que o Rovilson passa algum tempo relaxando os pensamentos após um dia de trabalho estressante.

Iniciamos a sessão de fotos por uma raríssima e autêntica diligência Casablanca, possivelmente o item mais raro da coleção do Rovilson. Esta diligência, que é sonho de todo colecionador, está em ótimo estado de conservação:

Logo atrás da diligência está uma Virginia City artesanal, feita pelo colecionador Luiz Pagliarini. Olhando as figuras é possível observar um detalhe que chama a atenção na coleção do Rovilson: engenheiro, ele gosta de deixar as figuras alinhadas por modelo, numa espécie de formação militar, sem misturá-las e sem compor cenários. O leitor observará esta disposição ao longo de todas as imagens, até com animais do Chaparral e da Ponderosa.

Logo abaixo encontramos uma série de carroças Gulliver e Casablanca e, me parece, uma da Trol. Observem o alinhamento dos animais à direita na imagem.

Em seguida um Rancho Chaparral da série 1975 – 1977:

Logo ao lado um Rancho Chaparral 1979. Este foi o último Chaparral produzido pela Gulliver. A partir daí a empresa não produziu mais cowboys (exceção feita às figuras cópia de Britains e Airfix da série do Forte Arizona), somente mineradores. Nesta mesma imagem é possível ver o início da Fazenda Ponderosa, com destaque para o raríssimo catavento original do conjunto.

Aqui uma visão completa da Ponderosa. A base e o cercado foram feitos pelo colecionador Marco Leandro. Neste conjunto uma curiosidade – o Rovilson conta que na sua infância viu numa vitrine uma Ponderosa montada. Neste conjunto havia apenas 4 figuras de cowboys, e o Rovilson montou a sua da mesma forma, com as mesmas quatro figuras que marcaram sua memória. A única diferença é que no seu conjunto ele incluiu uma figura de cozinheiro chinês.

Aqui um detalhe do alinhamento das figuras e ferramentas:

Mais figuras:

Este cenário foi produzido pelo colecionador gaúcho Alecsandro. No decorrer deste texto, falaremos mais sobre o trabalho dele.

Aqui um conjunto Os Apaches. A base é uma réplica perfeita, feita pelo Aníbal Cristiano Haddad.

Aqui um Grande Forte Apache da série 1975 – 1977:

Ao lado, um Grande Forte Apache 1978. A bandeira e o mastro não fazem parte do conjunto original.

Mais figuras:

Um Forte Apache Casablanca:

Um mini Fort Rin Tin Tin da primeira série, quando ainda era produzido pela Viocena (antes da Trol). A maioria das figuras da imagem é Gulliver.

Índios diversos:

Acampamento Apache, com os índios enfileirados:

Um Texas Express:

Figuras do Chaparral da Comansi:

Além da vitrine, o Rovilson possui armários onde ficam guardadas figuras de temáticas diversas, e de diversos fabricantes. Seguem imagens:

Na imagem abaixo é possível ver ao canto figuras de cangaceiros. Essas figuras foram confeccionadas pelo Alecsandro, mencionado acima.

Trabalhos do Alecsandro – o Rovilson possui diversas figuras feitas pelo Alecsandro, sob encomenda. O processo de  confecção de cada figura é 100% artesanal, não há molde, de forma que nenhuma figura é absolutamente igual à outra. O Rovilson encomendou figuras como Tex Willer, Zorro, Tonto, entre muitas outras, as quais podem ser vistas nas imagens abaixo:

Como fiquei impressionado com a qualidade do trabalho do Alecsandro, o Rovilson gentimente me presenteou com a figura da imagem abaixo:

Ao final, registramos o encontro na imagem abaixo:

Quero mais uma vez agradecer o Rovilson por me receber, agora um agradecimento público. Foi muito legal. E obrigado pela carona que me deu até o hotel. Que o colecionismo de brinquedos te proporcione muitas alegrias.

Outros assuntos:

- Colecionismo em extinção?

Em 2007 eu visitei a loja KaDeWe em Berlim, e havia diversas prateleiras dedicadas às figuras Elastolin. Todo o catálogo, de todos os gêneros, com as figuras expostas. 10 anos se passaram, em visitei novamente a KaDeWe agora em outubro de 2017. E de Elastolin havia apenas isto, de todos os gêneros:

Pouquíssimas figuras, e escondidas nas caixas. Muito triste, pois se o colecionismo de figuras está em extinção na Alemanha, o que esperar do Brasil?

- Álbuns do Tex e do Zagor

Em 1977 e 1978, respectivamente, foram lançados na Itália os álbuns de figurinhas do Tex e do Zagor. O mesmo álbum do Tex foi lançado no Brasil pela Vecchi em 1981. Agora, quase 40 anos depois, novos álbuns dos personagens foram lançados pela Panini na Itália, sendo o álbum do Tex em 2015 e o álbum do Zagor em 2016. Seguem imagens, contendo à esquerda o antigo e à direita o novo:

A curiosidade é que o álbum de 2016 do Zagor contém ilustrações que constavam do álbum de 1978. Segue imagem comparativa de uma delas:

- Mensagem de final de ano

Este é o último texto de 2017, então quero deixar aqui o meu desejo de Feliz Natal e de um ano novo repleto de realizações para os colecionadores e seus familiares. 

Espero ter a oportunidade de visitar mais colecionadores no ano que se iniciará em breve.

Até lá!

Marcos Guazzelli

Novembro de 2017





Comentários

Enviar comentario

De: Jose A. Leme
Parabéns Marcos por mais uma matéria maravilhosa e parabéns ao Rovilson pela incrível coleção. Um feliz Natal e um ano novo de muita saúde e esperança a todos.


De: Luiz Paulo Pizzutti
Rapaz ! E quando vai chegando o final do ano com o ambiente festivo e decorado que precede o Natal, parece que as nossas lembranças da infância e dos brinquedos afloram mais fortemente, mesmo nesta pálida realidade atual em que o País foi atirado e da qual se debate para sair. Ainda semana passada, apesar do tanto que a cidade mudou, tive um baita prazer em dar um pulo na Galeria do Brinquedo aqui em São Paulo e entre bate papos com velhos conhecidos, aproveitar para adquirir vários Britains que encontrei. Lavei a alma, mais que tudo. Por isso que este site e matérias como esta última, são preciosas. Poder ver e conhecer esses grandes colecionadores e suas maravilhosas coleções, ah...isso não tem preço !Obrigado Guazzelli e um ótimo Natal e 2018 a todos ! Deus abençoe a todos vocês !


De: Vincenzo Antonio Mastrocola
Parabéns pela matéria, linda a coleção do Rovilson, e os trabalhos do Alecsandro. Desejo a todos um Feliz Natal e um Ano novo repleto de alegria.


De: Sandro Santos
Parabéns pelos artigos deste ano, suas visitas preenchem a lacuna existente entre os apaixonados pelo tema e os colecionadores. Infelizmente as visitações ficam enviáveis, uma vez que a grande maioria as mantém em seus lares, não os recrimino por este motivo, mas seria acalentador e emocionante, poder realizar algumas visitações programadas, mesmo se tivessem algum emolumento a ser pago. Tenho alguns "hominhos" avulsos, que guardei desde criança e outros adquiridos ocasionalmente, no mais trago na lembrança os modelos de Forte Apache entre outros, que a situação financeira na época da infância, não me foi possível ter. Assim, gostaria de saber se dentre os colecionadores, seria possível realizar uma visitação? Agradeço Marcos, por sua pagina manter viva as memórias indeléveis de toda uma geração, e proporcionar um retorno memorável a nossa infância. Forte abraço.


De: everton rovaris
lindo demais parabens rovilson por sua linda e alinhada coleção tudo em seu devido lugar e tambem ,por me incentivar muito no mundo do colecionismo , forte apache, com boas conversas e ajudando sempre.


De: TADEU TUFIE MAHFUD
Obrigado Guazelli por compartilhar. Minha história com forte apache é a seguinte, nasci em 73 e vivi a era Gulliver. Tive muita coisa, mas não queria colecionar este tema. Foi dai que conhecí o Rovas (Rovilson) onde comprei um lote na época com mais de 800 peças. Ele me despertou no tema e dai não parei mais. O Rovas é um herói pra mim. Foi de 0 figuras pra esta maravilhosa coleção. Faz tempo não fazemos mais negócios..rsrsrs...Desejo tudo de bom pra vocês e deixo aqui pra todos Boas Festas e um ótimo 2018.


De: Alberto Cruz
Parabéns pela bela matéria Marcos, nos presenteando neste final de ano. Agradeço também ao Rovilson por nós proporcionar e compartilhar suas coleções. É uma coleção impecável. Aproveito para desejar um feliz Natal e um ano novo cheio de realizações a todos os colecionadores e apreciadores do tema, É que os nossos políticos reflitam e colaborem por um país mais justo para o povo brasileiro.


De: Tadeu Buono
Parabéns a matéria , e parabéns ao Rovilson pela coleção ! A Gulliver nos abandonou , mas como sempre falo , continuemos a nos contactar , pois talvez não vejamos mais brinquedos Forte Apache , mas continuemos a nos fortalecer , não deixando morrer essas recordações que nos afloram e nos trazem lembranças maravilhosas ! Bom Natal e feliz ano novo a todos ! Quem sabe Papai Noel nos presentei com a volta triunfante dos nossos brinquedos preferidos , com o ressurgimento da Gulliver , refazendo essas maravilhas novamente !!! Ter fé é acreditar no impossível !


De: Gilberto Resende
Parabéns, Guazelli e Rovilson pela bela reportagem e fotos maravilhosas!


De: grandes amigos
muito legal coleção do amigo Rovilson espero poder conhecer e outros também, parabéns muito bem cuidada como deve ser gd abç a todos


De: RAUL AGUIAR
Feliz natal pra vc e família também Guazzelli!Mais uma excelente matéria na visita ao amigo Rovilson e sua fantástica coleção!!!!


De: Eduardo Carlini
Muito bacana poder visitar e conhecer mais do assunto através do depoimento e das coleções de admiradores do tema. Parabéns ao amigo Rovilson e também ao Guazelli pela generosidade e disponibilidade de levar este tipo de diversão e cultura ao alcance de muitos.


De: RAUL AGUIAR
Feliz natal pra vc e família também Guazzelli!Mais uma excelente matéria na visita ao amigo Rovilson e sua fantástica coleção!!!!


De: Alequisandro cezar
Linda colecão do amigo Rovilson,conhecia algumas pecas, hoje pude apreciar mais algumas que não tinha visto antes. parabéns a todos nós que gostamos de forte apache e do colecionismo e que de tempos em tempos recebemos este presente do Guazelli no seu site. Abracão irmão Rovilson o cara sempre disposto a ajudar.


De: Stephan
A decadência está a nível mundial, daí a importância de sites como este, que ajudam a preservar a memória das coisas boas de outrora. Achei curiosas as figuras dos cangaceiros, pois sempre me perguntei porque a indústria de brinquedos brasileira não explorou devidamente esse filão quando do seu auge(Os Brasilianos não conta, pois são figuras caricatas).


De: Leopoldo Carvalho
Parabéns, tanto ao brinquedos de faroeste e ao rovilson que não conheço pessoalmente mais é um grande amigo, tudo muito lindo, parabéns.


De: Cícero Wexler Anjos
Puxa que bacana e mais uma Vez Parabéns Marcos Guazzelli. Falar do amigo Rovilson fica até dificil, um professor tbm e posso afirmar que foi meu maior incentivador em retornar minha humilde coleção.


De: Rovilson

Se tem alguém a agradecer por esta visita, sou eu, gostei muito de conhecer você pessoalmente, e dizer, que você foi um dos grandes incentivadores que tive, sempre tive como espelho, e sobre seu conhecimento sobre nosso tema preferido, o forte apache, sou apaixonado por isso, e sei que o seu amor é tão grande pelo assunto, que se propõe a viajar pelo país, nos visitando, mostrando nossas coleções, obrigado...




De:
Marcos, ficou demais está matéria. Sensacional. Obrigado meu amigo Rovilson por poder compartilhar as imagens conosco. Uma coleção muito linda e peças únicas. Parabéns.


De: mazzei
Prezados Marcos e Rovilson. Parabéns e obrigado pela oportunidade de ter reebido estas belas imagens. Marcos, como sempre, nos realizando. Rovilson, não à toa somos engenheiros kkk. Parabéns pela coleção.


De: Roberto Vasco
Mais um belo texto e uma visita a um grande colecionador e pessoa excepcional, conheci Rovilson pelos comentários no site e recentemente pelo Facebook, muito bom saber que ainda existem os fãs do tema, obrigado Rovilson e obrigado Marcos por mais uma bela matéria!!!