DA U.R.S.S. PARA O VELHO OESTE AMERICANO



Apesar do longo período sob o rígido regime comunista soviético, onde o Estado, seus interesses, vontade e as necessidades sociais do todo se sobrepunham às de seus indivíduos “camaradas” cidadãos, pessoas dos povos das nações que compunham o bloco da URSS, despojados de sua individualidade, talentos e aspirações pessoais durante décadas, sacrificados em prol da comuna, ainda assim o gosto, a vocação e a veia para as artes, arraigada no povo soviético, de um modo geral e em todas as suas manifestações, jamais deixou de existir, herança de tempos longínquos e memoráveis das Rússias de Pedro, de Catarina, dos Czares e de São Petersburgo.

Mesmo no regime soviético, as artes, ao lado dos esportes, da cultura e da ciência eram das raras atividades que recebiam da parte do Estado e das autoridades, total incentivo, apoio e investimentos sem limites, pois representariam perante o mundo, sua melhor propaganda .

Assim é que, na Rússia e demais nações do extremo leste europeu, sempre existiram extraordinários  artesãos e escultores, que através de seus trabalhos nos retratam a história daqueles países e de todo o continente europeu.

Trazendo isso para o campo que nos interessa, tenho descoberto extraordinários escultores de figuras em escala e de soldadinhos de coleção, explorando temas históricos e militares, que agora, pós queda do regime comunista, começam a ganhar visibilidade, juntamente com fábricas russas, especializadas em  modelos e figuras em escala (Zvezda, St Petersburg,Strelets, Tehnolog...)

No início, o maior problema deles era o material utilizado, pois, dentro da sobriedade do fechado regime soviético, e não havendo um maior intercâmbio com o resto do mundo, os metais, resinas e plásticos, por eles desenvolvidos e utilizados eram de categoria bem inferior. Mas com o passar dos anos e a globalização da informação e comércio, hoje, já se pode encontrar coisas excelentes produzidas na Federação Russa, ao nível dos centros mais tradicionais.

Material bom e esculturas excelentes que dispensam comentários. Uma ótima e bastante econômica opção em termos de preço e variedade.

Como disse, são fartos em temas militares de todos os tempos e épocas. As figuras medievais e militares são muito bacanas, e agora começam a produzir as primeiras incursões na temática “Velho Oeste Norte Americano”. Tudo na escala de 54mm ou 1/32.

Convido a todos para conhecer estes trabalhos. Podem ser vistos e adquiridos a preços muito atrativos, através do Ebay, em metal ou plástico. O frete não é caro e são extremamente sérios no envio das encomendas. Eu já comprei diversas vezes e recomendo.

Luiz Paulo P Pizzutti

Bela Carabina!

Modelos antigos Marx reproduzidos na Russia.





Comentários

Enviar comentario

De: paulo cesar marques da silva
caracas,amo o farwest,este e os outros artigos sao demais. parabens. quando vai sair a enciclopedia 3 .


De: Jean Carlos
Bom demais ver o site de volta, mesmo que com um único artigo. E as figuras são realmente belíssimas, muito detalhadas. Vou procurar adquirir algumas...


De: Tadeu Buono
Obrigado Marcos Guazzelli por nos presentear com mais um artigo ! Como já comentei com vc , estávamos ansiosos por artigos seus ! Seu site é maravilhoso , além de nos trazer recordações antigas e saborosas de nossa querida e difícil infância ! Parabéns por retornar !! Quanto ao artigo apresentado e os bonecos , são diferentes , mas como sou saudosista , ainda tenho em mente os da gulliver/casablanca !! um forte abraço , obrigado e até breve !!


De: Luiz Paulo P Pizzutti
Agradeço imensamente ao amigo Guazzelli que nos permite e possibilita compartilhar opiniões informações e impressões com todos os demais amigos e apreciadores de Toy Soldiers, neste espaço verdadeiramente "iluminado". Obrigado mesmo !


De: Tadeu T. Mahfud
Sempre ótimo saber de novidades e trabalhos voltados ao gênero. Obrigado por mais uma história para nos alegrar.


De: Rodney Bail
Parabéns ao amigo Guazzelli por mais uma publicação, nos brindando com estas peças que são de tirar o fôlego pela riqueza de detalhes é uma pena que a Gulliver quer esquecer este passado glorioso que teve.


De: Rodney Bail
Parabéns ao amigo Guazzelli por mais uma publicação, nos brindando com estas peças que são de tirar o fôlego pela riqueza de detalhes é uma pena que a Gulliver quer esquecer este passado glorioso que teve.


De: Marcos Faria
òtima matéria, é sempre bom saber de inovações e novidades no tema. Luiz vc poderia entrar em contato gostaria de adquirir alguns exemplares, mvfariaangra@gmail.com