VISITA A COLECIONADOR E OUTROS ASSUNTOS



Em novembro estivemos na simpática cidade de Rio Negrinho, em Santa Catarina, para visitar o colecionador Rodney e sua coleção. O Rodney é apreciador de brinquedos de faroeste desde a infância, mas sua chegada ao mundo do colecionismo é relativamente recente. Mas ele tem se dedicado com afinco ao hobby, aplicando várias estratégias para encontrar brinquedos para sua coleção, estratégias estas que têm lhe rendido alguns tesouros.

Fomos muito bem recebidos pelo Rodney e sua esposa, que nos ciceronearam por um dia inteiro em Rio Negrinho, com direito a passeio, presentes, picanha e Forte Apache. Esses dias que dedicamos a visitas são sempre tão agradáveis, pena que a maioria dos colecionadores sejam arredios à ideia.

O Rodney possui um quarto separado, nos fundos do quintal da sua casa, e é este espaço que dedicou para armazenar sua coleção. E aqui estamos nós em frente ao seu expositor:

Agora vamos dar uma viajada pelos itens da coleção. O primeiro item a ser mostrado é o primeiro Forte Apache lançado pela Casablanca. O interessante é que o Rodney rastreou a história deste forte que está na sua coleção e descobriu que foi o primeiro exemplar da Casablanca a chegar a Rio Negrinho em 1964.

Na sequência, um zoológico da Gulliver, com grades pretas. Mencionei ao Rodney que eu não me recordava para esta edição com grades pretas, mas ele me relembrou que o Raul (de BH) possui um com grades pretas e que eu já havia visto quando o visitei.

O Rodney gosta muito dos Vikings da Casablanca, pois lhe relembram bastante a infância. À direita da imagem abaixo uma verdadeira brigada viking:

Aqui um grande Forte Apache Gulliver 73/74 (a casa quartel não é a original do conjunto).

E agora o grande Forte Apache Gulliver 75/76/77:

Aqui o grande Forte Apache Casablanca. As duas guaritas nos fundos do forte não são originais do conjunto, são guaritas do Forte Comanche.

Aqui temos, ao fundo da imagem, o mini Forte Apache Gulliver:

Aqui a Caravana Gulliver 1986 – 1989:

Os fortes Rin Tin Tin grande e pequeno. Algumas partes do forte grande precisam de restauro, mas a pessoa que o vendeu ao Rodney o fez com a condição de que ele não restaurasse, para preservar a originalidade do conjunto.

Acampamento Apache:

Independência ou Morte e África Misteriosa:

Cavalo especial:

Zorro, Planície, etc.:

Diligência Gunsmoke:

Fazenda Ponderosa com alguns componentes originais e alguns réplica:

Para finalizar, um close no raríssimo cavalo da série de figuras especiais da Gulliver de 73/74:

Por fim, o Rodney está se aventurando pelo território das réplicas de caixas e de forte. Abaixo imagem de alguns de seus belos trabalhos:

Bem, só me resta agradecer aos anfitriões pela acolhida e pelos mimos. Gostamos muito. Ah, o Rodney também é colecionador de discos em vinil, tendo aquela que deve ser uma das maiores coleções de discos de Santa Catarina.

OUTROS ASSUNTOS

Fortes artesanais do Cassiano Olegário

O colecionador anda gastando sua criatividade na criação de fortes artesanais. Seguem imagens:

O mistério da substituição da embalagem do Chaparral

Até 1976 o Chaparral da Gulliver foi comercializado nesta caixa:

A partir de 1977 a embalagem passou a ser esta:

Não sei se algum colecionador conhece a razão dessa substituição. Eu sempre fui curioso para saber a razão. Foi uma mudança muito radical de conceito, e que deixou o a caixa do Chaparral muito diferente das caixas dos demais produtos da série Far West. As duas ilustrações foram feitas pelo Nelson Reis. Quando estive com ele, perguntei se ele sabia a razão da mudança, e ele disse que não. Aí trocamos opiniões, eu disse que achava feio o desenho da nova embalagem, enquanto ele dizia que dentro da técnica específica deste tipo de desenho ficou um trabalho bem feito. Cheguei a pensar que a mudança decorresse de algum problema de direito autoral, mas aí também teriam perdido o direito de utilizar a marca “chaparral”. Como a Gulliver sempre me fechou a porta para o fornecimento de qualquer informação, não é com eles que vou descobrir a razão da troca.

Visita

Em novembro recebi a visita do colecionador Marcos Faria e de sua esposa, que vieram do Rio de Janeiro para passar meu aniversário aqui comigo.

O Marcos também conseguiu esta fantástica imagem do John Wayne cortando um bolo no formato do Álamo. Deve ser de 1960, ano em que ele dirigiu e estrelou um filme sobre o episódio.

Forte Artesanal do Carlos Mariano

O Carlos, como todos nós, vivia esperando o lançamento pela Gulliver de uma edição comemorativa do Forte Apache. Como nós, ele também já concluiu que isso não vai acontecer, e foi atrás do seu por conta própria. Com a ajuda dos amigos/colecionadores/artesãos Rodney, Alberto Fernandes, Ronaldo Ogribene. Marco Leandro, Cassiano Olegário, Luiz Pagliarini e Cristiano Haddad, o Carlos conseguiu montar um forte novo onde tudo é trabalho artesanal. Seguem imagens:

O Carlos também enviou uma imagem de uma recente visita sua a uma das lojas El Corte Inglês, em Madri. Segue:

Cidade artesanal

Apreciador de faroeste, e leitor deste site, o Vincenzo Antonio Mastrocola resolveu fazer uma cidade de faroeste de jornal para o seu sobrinho. Confiram:

Bem, era o que ei tinha para contar dessa vez. Nos veremos novamente em algum momento de 2016. Um feliz Natal a todos. E um excelente 2016 (apesar do país, do governo...).

Até a próxima!

Marcos Guazzelli

Dezembro de 2015





Comentários

Enviar comentario

De: Jean Carlos
Não sei se adianta muito, mas estou sentindo falta de notícias. Tenho muito apreço e carinho por este site, foi graças a ele que redescobri minha paixão pelo Forte Apache, e iniciei minha pequeníssima coleção de brinquedos de faroeste. Enquanto isso, vou entrando aqui quase que diariamente e lendo os old-but-gold artigos. Grande abraço à todos, em especial ao Guazzelli. Fiquem com Deus!


De: Clayton Boneli
Adorei o artigo e mais ainda quando soube que um dos colecionadores (Rodnei de Rio Negrinho - SC) fabrica réplicas de caixas de Forte Apache. Eu que voltei a colecionar itens de Forte Apache após adulto, já que eu mantive guardado meus antigos "bonequinhos" por mais de 40 anos na casa de minha mãe, ao menos os que sobreviveram, eu sinto falta de um local para guardar um dos meus fortes, e por isso gostaria de ter contato com Rodnei e verificar qual a possibilidade de adquirir uma de suas réplicas de caixas. PS: cada vez mais acho incrível encontrar novos colecionadores em meu estado (SC). Já conheço 2: um de Florianópolis (dono do blog "Forte Apache de Madeira") e um amigo (Ronaldo) de Criciúma. Agora descubro que em Rio Negrinho também existe mais um colecionador. Grande abraço, Clayton Bonelli clayton.bonelli@gmail.com


De: José Leme
No site da Gulliver já consta um foto de um Fort Apache com um logo de divulgação fazendo referência aos 50 anos do brinquedo, porém a página ainda não abre. já é uma esperança, vamos torcer. Abraços.


De: Tadeu Buono
Obrigado , ao amigo Luiz Paulo Pizzutti , pelo retorno de meu comentário, e espero de coração , que o que vc nos contou , se realize rapidamente . Um maravilhoso ano de 2016 a todos , e que o nosso amigo Marcos Guazzelli continue a nos dar estes presentes fantásticos !!!


De: Tadeu Buono
Que todos tenham um maravilhoso ano de 2016 , e que nosso amigo Marcos Guazzelli continue a nos presentear com estes artigos fantásticos . Quanto ao nosso amigo Luiz Paulo Pizzutti , agradeço a consideração de me dar um retorno , e como vc , estou ansioso por este presente que a Gulliver possa nos oferecer . Aguardemos , e que ele seja maravilhoso tanto quanto foram para nós no passado ! Um forte abraço a todos , e que continuemos a nos comunicar e trocarmos informações . Obrigado !


De: David Orling
Parabéns Marcos Guazzelli! Mais um artigo essencial para história do colecionismo de Far West!


De: Luiz Paulo Pizzutti - SP
Olá a todos e feliz 2016 ! Ah amigos, ah amigo Tadeu Buono, te agradeço e te afirmo que pouquíssimo a mais do que já contei, é que soube, além claro do caráter sigiloso do encontro. Mas suas expectativas ansiosas são as minhas também e posso acrescentar que você está no caminho certo quando lembra dos moldes antigos.... Tudo está nos planos, o problema é que, quando deixarão de ser só planos para se concretizarem em realidade, não dá para saber exatamente. Mas, senti que estão bem adiantados, a vontade e intenção de realizá-los o mais rapidamente possível, de fato existe e talvez, nunca estiveram tão resolutos quanto o atual CO está. Com certeza farão uma correção de rumos quanto ao marketing da coisa que parecia estar equivocado. Mas não esqueçamos que aqui no país, as coisas mudam da noite para o dia, e essa incerteza sempre acaba atrapalhando todos os planos. Em tempo, matéria única e imperdível sobre a arte das embalagens da Gulliver, no site sala de justiça-br se o amigo Guazzelli me permite recomendar. Obrigado e abraços a todos.


De: Wilson Assis
Obrigado a todos esses meninos de 50 anos que conseguem manter uma época que nunca passa em nossa memória e em especial ao Marcos Guazzelli que nos brinda a cada momento com informações mil sobre o nosso tão festejado Forte Apache. Boas festas a todas as famílias e um 2016 muito melhor com muita saúde e paz.


De: José Leme
Marcos muito obrigado por, com seu trabalho ajudar a manter sempre vivo o menino que fui um dia apesar de hoje já contar com mais de 50 anos. Um feliz natal a você e sua família, bem como a todos que compartilham desse maravilhoso universo do Faroeste. Um abraço.


De: Tadeu Buono
Achei legal a redação do Luiz Paulo Pizzutti , mas ele me deixou , e acredito que para outros também , com um gostinho de quero mais ! Ele falou que a Gulliver vai lançar edição comemorativa dos 50 anos do forte apache , .... mas quando será ? Se fosse possível , que ele nos falasse o que mais sabe , para esperarmos ansiosos essa data ! Eu estou aguardando , e acredito que outros também ! Quem sabe no natal do ano que vem teremos surpresa . Um forte abraço , e obrigado !! Outra dúvida , antes que esqueça , se a Gulliver tem ainda os moldes antigos , por que não reproduz nossos tesouros de novo ? Qual será o mistério ?? Mais uma vez , um forte abraço e um feliz natal a todos !!


De: Carlos Mariano
Excelente!!!!!!!! Desejo a todos um feliz Natal e que, apesar das dificuldades que possam surgir em nossos caminhos, jamais desistam dos seus sonhos...


De: Denilson Anton

Quero deixar meus parabéns ao amigo Rodney pela coleção espetacular que o mesmo tem, e que conheço pessoalmente, também moramos na mesma cidade, grande amigo, e foi graças a ele que resgatei minhas figuras que estavam guardadas há anos e que me despertou a esses mundo magnífico, lembrando da infância onde a gente era feliz e não sabia, ainda bem que temos pessoas que compartilham os mesmos interesses, e o meu agradecimento também ao amigo Alberto Fernandes e o Solon. E o meu muito obrigado ao Marcos Guazzelli que publica esses artigos incríveis.




De: Luiz Paulo Pizzutti - SP
Como todos aqui gostam um "pouquinho" de soldadinhos, gostaria de recomendar uma rápida visitinha a uma matéria muito bacana que foi publicada no site Sala de Justiça-br , do amigo Éder Pegoraro, um colunista fera em brinquedos, coleções, etc, muito estudioso, que publicou em 3/10/2015, uma matéria que achei super bacana e interessante, sobre a Gulliver, uma coleção chamada "Série Heróis Gulliver", a figura de um cavaleiro medieval que nunca foi lançada e outras peculiaridades. Acredito que todos apreciarão. Saudações a todos.


De: Luiz Paulo Pizzutti - SP
Para adoçar um pouquinho o Natal e instigar as doces memórias de todos, ao mesmo tempo em que alimentamos conjecturas, gostaria de contar que no início de outubro passado, um grande amigo, colunista e blogueiro aqui de SP, especialista em quadrinhos,cinema e brinquedos, dos mais aclamados, recebeu um convite inusitado, e que seria um desejo de todos aqui: visitar a Gulliver e bater um longo papo com seu atual diretor, filho do fundador. Ao contrário do que se imaginava e se comentava, a Gulliver tá firme, bem instalada e em franca operação. Mantém sim, um arquivo riquíssimo de imagens e de peças de tudo o que produziu ao longo dos anos, inclusive nos seus anos de ouro(ora vejam)! Prepara no momento, com muita calma e cuidado, o tão aguardado lançamento da edição histórica dos 50 anos do Forte Apache, bem como de outras coisas legais. Mais não posso contar e nem me foi revelado, devido ao caráter sigiloso do encontro e seus motivos. Aguardemos então, um pouco mais esperançosos de novidades, e o melhor, acessíveis em (R$) reais. Feliz Natal e ótimo 2016 a todos !


De: Tadeu T. Mahfud
Semana passada o amigo Rodney e sua esposa Sandra, também proporcionaram um fds incrível para mim e minha namorada. Pessoa incrível o Rodney, já nos conhecemos há mais tempo. Ele me comentou da visita do Guazelli e eu disse pra ele que geraria uma matéria. Parabéns muito legal. Que venham mais colecionadores!


De: Marcos Faria
REDUNDANTE PARABENIZAR O CRIADOR DA NOSSA BIBLIA DO FAROESTE, IMPORTANTE FRISAR A SUA FILOSOFIA DA COLABORAÇÃO, PARTICIPAÇÃO E INTEGRAÇÃO ENTRE NÓS MENINOS, HOJE SENHORES QUE MANTEM VIVA A CHAMA DA ALEGRIA, AMIZADE, ATRAVES DE BRINQUEDOS, COISA SIMPLES QUE PRECISAMOS TANTO HOJE EM DIA E QUE A FUTURA GERAÇÃO TEM A CHANCE DE VER E DIFUNDIR, FELICIDADE, SAUDE, FRATERNIDADE E VAMOS VISITAR-NOS!!!!!!!


De: Tadeu Buono
Como Cassiano Olegário disse , ainda existem pessoas que nos alegram com bonecos bons , perfeitos e baratos . Sou cliente do Marco Leandro , da MLAntiguidades , de quem já adquiri várias peças , do Sidnei , da Brinquedos raros , e do Reginaldo da Brinqtoys . Aconselho para quem quer bonecos especiais , a procurá-los ! Sem fazer comercial , já o fazendo , mas sim sou também amigo destes que vos falei ! Um abraço !


De: Ronaldo Ognibene
Reportagem genial,Marcos! Tive o imenso prazer em adquirir 2 caixas confeccionadas pelo Rodney,que foi muito atencioso e demonstrou grande paixão pelo tema em seus excelentes trabalhos.Um grande abraço ao amigo Carlos Mariano,que me apresentou ao Alberto e ao Rodney.Excelente final de ano a todos!!


De: Tadeu Buono
Parabéns Marcos Guazzelli , por essa materia do nosso amigo colecionador Rodney . Cada vez mais vc nos surpreende , e nos faz voltar a um passado maravilhoso . Feliz natal e um maravilhoso ano novo , que espero que vc nos traga novidades também !!!


De: Cassiano Olegario
Parabéns ao Carlos Mariano pelo excelente forte !! Ficou lindão!! E um agradecimento todo especial ao Carlos pela confiança em todos nós que produzimos e nos esmeramos para atender da melhor maneira possível os colecionadores.


De: Cassiano Olegario
Se infelizmente a Gulliver não faz mais o forte em madeira e as figuras antigas em escala industrial por outro lado temos bons artesãos que podem suprir essa necessidade. Temos gente que trabalha com réplicas ha mais de 10 anos ( acho que o Marco Leandro já faz de 13 anos pra mais.....), sempre aprimorando a técnica, testando novos materiais, reciclando e inovando na técnica de pintura. Esse e´o futuro para quem ainda pensa em seguir colecionando e não quer comprar figuras restauradas ou mesmo quebradas ...as réplicas são peças novas, feitas em resina plastica. Existem muito poucas figuras originais em bom estado e a um valor acessível no mercado livre. Dificilmente encontramos essas três qualidades num anuncio : originalidade, bom estado e preço baixo...parece que não combinam em se tratando de forte apache. A réplica e´sempre mais acessível e isso possibilita aos de menor poder aquisitivo de colecionarem também....acho que vale um artigo especifico a respeito das réplicas. E olha que já tem muito comerciante comprando replicas repintando e vendendo como originais no mercado livre hein!!


De: RAUL AGUIAR
Parabéns Guazzelli por voltar a visitar os colecionadores.Nos brindou com uma coleção linda do amigo Rodney!!!Muito legal!!


De: Rodney Bail
Só tenho a agradecer ao amigo e sua esposa pelo maravilhoso dia que passamos e gostaria de deixar registrado que as portas estão abertas para recebe-los sempre. Parabéns pela sua iniciativa de manter este sonho vivo.


De: Alberto Fernandes da Cruz
Guazzelli , parabéns pelas matérias . Muito bacana a coleção do Rodney embora sou suspeito para falar rsrsrs , abradeço também ao Carlos Mariano que é um grande amigo também . Parabéns aos nossos artistas do colecionismo , mostrando que a Gulliver parou de criar os fortes apaches , porém temos os nossos eternos colecionadores que estão sempre criando e dando a possibilidade de variação de modelos , que não deixam esta realidade desaparecer . Abraço á todos .