NOMES DE FILMES DE FAROESTE



De Cleso Brito

Eu adoro filmes de faroeste. Desde a minha infância nos anos 70, na cidade de Ponte Nova (MG), eles estão presentes na minha vida, quando aos sábados a tarde passava o Super Ação na TV Itacolomi, da Rede Tupi, e foi através dos filmes de faroeste que me deu vontade de brincar e depois colecionar brinquedos de faroeste. Não tenho a pretensão de falar muito sobre isso, pois já existem sites que falam sobre esse assunto e são bem completos, e o assunto é muito extenso para um simples artigo. Eu assisto e compro bastantes filmes de faroeste, em sites, lojas e bancas de jornal, e nessas compras sempre tenho cuidado para não adquirir  filmes repetidos. Mas de repente eu estou vendo um filme novo e tenho a sensação que já o vi ou já tenho o filme. Acontece. Muito!  E, em geral, já tinha assistido mesmo ao filme e até  tinha o filme, no entanto, este tinha outro nome. Assim, tive a ideia deste artigo sobre nomes de filmes de faroeste.

Além de colecionar brinquedos de faroeste, coleciono também filmes de faroeste. Minha coleção de filmes já conta com mais de 300 títulos que vão desde a década de 1910, como “O Nascimento de uma Nação” (1915) de D.W. Griffith, que é um marco no desenvolvimento da história do cinema e é até hoje um dos filmes mais controversos já feitos,  até filmes atuais como o radical “Cowboys e Aliens” (de 2011, com Harrison Ford e o 007 Daniel Craig), onde uma cidade do Velho Oeste em 1873 é atacada por aliens vindos do céu.




Uma coisa que sempre me chamou atenção nos filmes de faroeste é que estes podem ter nomes curiosos ou engraçados como: Homens Mortos Não Fazem Sombra, Mato Hoje - Morro Amanhã, A Hora da Pistola, A Vingança do Homem Chamado Cavalo, Os Pistoleiros da Ave Maria, Roko Invoca Deus E Mata, Galante e Sanguinário,  Um Colt para os Filhos do Demônio, O Retorno do Enforcado, Caçada Sádica, A Morte Não Manda Recado, Os Brutos Também Amam,... E o Sangue Semeou a Terra, Meu Nome é Ninguém, Sujos e Sem Lei, Mais Forte que a Vingança  e o já citado Cowboys e Aliens.

Os nomes desses filmes no Brasil muitas vezes são recriados, não sendo assim a tradução literal dos nomes originais. Os filmes de língua estrangeira - os faroestes são, normalmente, em inglês ou italiano -  no Brasil tem nomes que nada tem a ver com o original: Shane é o nome original de Os Brutos Também Amam, Last Train Fron Gun Hill é o de Duelo de Titãs, Custer of the West é Os Bravos não se Rendem, 3:10 to Yuma é Galante e Sanguinário, The Ballad of Cable Hogue é A Morte Não Manda Recado,  Warlock virou Minha Vontade é a Lei, The West is Though Amigo...Allelujah’s Back tornou-se Sartana Chegou para Matar, The Man Who Shot Liberty Valence no Brasil é O Homem que Matou o Facínora, Soldier Blue passou a ser aqui Quando é Preciso Ser Homem,   Quién Sabe?  para nós  é Uma Bala para o General, e assim por diante.

Às vezes um nome de filme pode até causar muita confusão, porque você pode procurar o filme pelo nome original como, por exemplo, o famoso filme Rio Grande (título em inglês), com John Wayne e da trilogia de John Ford sobre a cavalaria americana no Velho Oeste. Os três filmes dessa trilogia são:  Forte Apache, que no  Brasil se chama Sangue de Heróis, She Wore a Yellow Ribbon, que no Brasil é Legião Invencível e Rio Grande que no Brasil é Rio Grande ou Rio Bravo. Para piorar há um filme do diretor Howard Hawks também com John Wayne que se chama, em inglês, Rio Bravo e no Brasil se chama Onde Começa o Inferno. Custei a entender essa confusão de nomes! E Howard Hawks tem ainda outro filme com John Wayne que tem o mesmo nome em inglês e português: Rio Lobo.





Algo que é comum e que é uma dificuldade na compra de filmes de faroeste é que um mesmo filme pode ter nomes diferentes, o que pode nos levar a ver e comprar filmes repetidos. Vejam alguns exemplos: Bandeirantes do Norte = A Passagem Noroeste (Spencer Tracy), McLintock – Quando o Homem é Homem = O Barão do Oeste (John Wayne), Apache = O Último Bravo (Burt Lancaster), O Galante Aventureiro = A Última Fronteira(Gary Cooper), Wanted – Minha Lei é Matar ou Morrer =  Vingança a Qualquer Custo (Giuliano Gemma), Três Homens em Conflito = O Bom, O Mal e o Feio ( da  espetacular Trilogia dos Dólares de Sergio Leonne, que também tem os filmes Por um Punhado de Dólares e Por Uns Dólares a Mais, ambos com Clint Eastwood) e ainda tem O Fugitivo (John Wayne) com o mesmo nome O Fugitivo (que não é faroeste, e sim um filme policial do ano 2000 com Harrison Ford, refilmagem da série também de nome O Fugitivo, apresentada na rede ABC dos Estados Unidos entre 1963 e 1967). Todos esses filmes devem ter nomes distintos uns dos outros por serem de fabricantes e épocas de fabricação diferentes, com direitos legais de reprodução diferentes.

Se você compra filmes em sites fora do Brasil pode haver confusão com nomes de filme também quando um mesmo filme tem um nome em português do Brasil e outro nome em português de Portugal, por exemplo: Dakota (Brasil) = Oeste em Chamas (Portugal), com John Wayne.

Outro ponto que pode confundir a gente são nomes parecidos em filmes diferentes. Por exemplo: Vingança de Pistoleiro (Brian Keith e  Maureen O’hara) e A Vingança de um Pistoleiro (Cameron Mitchell  e Jack Nicholson), os ótimos Duelo de Titãs (Kirk Douglas e Anthony Quinn) e Duelo de Gigantes (Marlon Brando e Jack Nicholson). Além disso, há nomes que se repetem em filmes diversos: Sartana (Eu Sou Sartana, Sartana Chegou para Matar), Django ( Django, Django Desafia Sartana - aí o Sartana de novo! -, Django Atira Primeiro, e o recente  faroeste de Quentin Tarrantino Django Livre), Trinity (Trinity A Colina dos Homens Maus, Meu nome é Trinity e Trinity e seus Companheiros).

Uma pessoa te conta o enredo de um filme, você conhece a história, acha que já viu o filme, mas alguma coisa não bate, você desconfia e percebe que é outro filme. Uma refilmagem. Existem muitas refilmagens, entre as quais podemos citar: Céu  Amarelo (1957, Gregory Peck) = Os Chacais (1967, Vincent Price), O Galante Sanguinário (1957, Glenn Ford) = Os Indomáveis (2007, Russell Crowe), O Filho do Sol (1947, Michael O’Shea e Jon Hall) = O Último dos Moicanos (1992, Daniel Day-Lewis), O Álamo (1960, John Wayne) = O Álamo (2004, Billy Bob Thornton, Dennis Quaid e Jason Patric).

Era isso que eu queria falar sobre nomes de filmes de faroeste.

Atualmente podemos ver muitos filmes de faroeste gratuitamente na Internet em sites como: http://www.youtube.com e http://www.filmesonlinegratis.net/faroeste  .

Há  comunidades no Facebook sobre filmes de faroeste como Apreciadores de Filmes de Faroeste, que é um grupo fechado: https://www.facebook.com/groups/254872101323809/ . Neste site são colocados links de filmes grátis.

Quem é assinante da NET ou da SKY e tem pacotes mais caros com Telecine também pode ver muitos filmes, inclusive de faroeste, na Internet no Telecine Play, isso depois de fazer um cadastro.

O site mais legal que achei sobre filmes de faroeste é:

http://westerncinemania.blogspot.com.br/2013/06/estante-de-faroeste-os-cem-melhores.html  Há muita coisa para ler e pesquisar aqui! Diversão garantida.

Sites consultados:

http://en.wikipedia.org

https://www.google.com.br

http://www.mercadolivre.com.br

http://www.americanas.com.br

http://www.youtube.com
 

Até a próxima!

Belo Horizonte,  novembro de 2013.

Cleso Brito





Comentários

Enviar comentario

De: Cleso Brito
Filmes de faroeste com ataques a fortes: Existem faroestes demais e é difícil lembrar e achar, mas aí estão alguns. Stock Footage: http://www.youtube.com/watch?v=f6DkcY76K10 Unconquerd (1947): http://www.youtube.com/watch?v=BIKUI3Bjr-4 La última batalla de los apaches (ver filme no tempo 1hora e 41 minutos): http://www.youtube.com/watch?v=KjclVCkheak Column South (1953) com Audie Murphy (ver filme no tempo 1 hora e 13 minutos – esse é curioso e diferente, pois são os soldados atacando um forte tomado por índios!) http://www.youtube.com/watch?v=dD1SpD0rBmA Buffalo Bill (GORDON SCOTT) tem cenas do ataque ao forte na propaganda no tempo 1 minuto e 22 segundos: http://www.youtube.com/watch?v=xdmvSreba2Q&list=PL3A8B01D3F5998281 Only the Valiant (1951) no tempo 1 minuto e 30 segundos http://www.youtube.com/watch?v=UXK011WpT1c Festim da Morte com Chuck Connors tem ataque a forte – não consegui imagens, mas sempre repete no Telecine Cult, normalmente nas sessões de segunda feira por volta das 20h. Ataques a caravanas é mais fácil de achar: Cavalry (1936) (ver filme no tempo 27 minutos e 30 segundos) http://www.youtube.com/watch?v=TB2pda2aLGE Outro: não achei o nome http://www.youtube.com/watch?v=2kVFs6RM33E A Fera do Forte Bravo (não é ataque a forte, mas é um ataque dos índios muito estratégico) http://www.youtube.com/watch?v=FuV52vqOcyc Uma propaganda de Playmobil para terminar: http://www.youtube.com/watch?v=bvbFOaVjpnU


De: wagner de azevedo marques
Celso, existe algum filme que tenha um autentico ataque de índios a um forte ??? Lembro-me do Tirano da Fronteira com Victor Mature ... teria mais algum ?? Abraço


De: Marco Tulio
Cleso , existe um filme de faroeste cujo título eu reputo como um dos mais poéticos e com valor , inclusive literário : " DA TERRA NASCEM OS HOMENS " .Além de excelente filme , o título é um dos mais bonitos em minha opinião ! Abraço e obrigado pelo excelente artigo !


De: Mario Vaz
Também coleciono filmes, não só de faroeste, mas de diversos gêneros. O curioso nos filmes de faroeste é como vão mudando as perspectivas durante o tempo. Um exemplo disso é " O Surgimento de Uma Nação" onde os heróis são da Klu Klux Klan, algo inaceitável para os dias de hoje. o modo como os índios eram vistos também mudou bastante, um bom exemplo é "Dança Com Lobos". Abraço e parabéns pela matéria.