AS AVENTURAS DE RIN TIN TIN



Caros leitores,

O modo “politicamente correto” de pensar e agir é uma ditadura que tenta se apropriar de nossas consciências, de nossas almas, e determinar como devemos pensar, como devemos agir, do que devemos gostar, o que podemos criticar, etc. A punição para quem não segue suas determinações é a exclusão social, o sujeito se torna uma espécie de homem invisível em meio à multidão.

Uma das determinações da ditadura politicamente correta é que temos que curtir loucamente o presente, sem recordação do ontem e sem preocupação com o amanhã. É o tal “presente perpétuo”. Quem vive o hoje relembrando o ontem é um “chato”, um “otário” e “não está com nada”. Já aqueles que pensam no amanhã são simplesmente uns “loucos”. Dentro desta linha, por exemplo, até presidentes da república sugerem que o povo compre tudo o que puder e até o que não puder, que se endivide até não poder mais, afinal o importante é a felicidade de hoje. Pessoas que ousam pensar diferente, que, por exemplo, procuram guardar uma poupança para as incertezas do amanhã, e que, portanto, precisam encontrar formas de investir o seu dinheiro arduamente poupado, em algum momento serão apresentadas ao público como “especuladores”, como “malvados”, como “egoístas”, enfim, como “culpados” por todos os problemas sociais.

Para meu azar (ou sorte) vivo sentindo falta dos bons tempos que se foram, e também tenho muita preocupação em relação ao futuro que estamos construindo (enquanto sociedade). Isso custa um pouco de infelicidade, mas, por outro lado, proporciona a satisfação da não rendição, de não pensar como os “outros” desejam que eu pense, de não ser apenas mais um na manada, de preservar, pelo menos, a liberdade dos meus pensamentos, das minhas preferências, dos meus gostos.

E uma das coisas da qual sinto muita falta é da televisão do passado (de trinta anos para trás). Eu cresci ligado na tela da TV. Ligar a TV naquela época era como abrir uma janela para um universo de aventura, de audácia, de mistério, de heroísmo. Atualmente o ato de ligar a TV corresponde a abrir uma janela para  um universo de baixarias, de grosserias, de ignorância, de imbecilidades, de sacanagem, de falta de inteligência e de mulheres peladas. E olhem bem, não é que eu não goste de mulher pelada. É que penso que a vida não pode se resumir a mulher pelada, sob pena de regredirmos ao estágio primitivo da evolução.

Tenho profundas saudades de As Aventuras de Rin Tin Tin. Este seriado pode ser considerado responsável por quase tudo o que gostamos, pelas nossas coleções, pela existência deste site. Sim, haveria brinquedos de faroeste mesmo sem Rin Tin Tin. Sim, já existiam brinquedos de faroeste muito antes da série de TV. Mas foi Rin Tin Tin quem trouxe o Forte Apache (com este nome) para o imaginário infantil. E, pelo menos no meu caso, foi Rin Tin Tin quem mais contribuiu para eu gostar muito dos brinquedos de faroeste, e colecioná-los.

Rin Tin Tin representava à perfeição aquilo que, na minha infância, era um ideal de vida para as crianças: morar num forte, pertencer à cavalaria, ter um belo cachorro e passar os dias em aventuras e combates.

Até hoje, sem exceção, fico sempre arrepiado quando escuto o toque de corneta na abertura dos episódios de Rin Tin Tin que tenho gravados, chamado de “Boots & Saddles”, que era o toque de reunir do exército americano. Morei muitos anos com minha avó, e ela sempre teve um problema de incontinência oratória. Em síntese, precisa estar sempre falando. Mas desde bem pequeno eu dizia: “vó, para de falar só um minutinho para eu poder ouvir a corneta do Rin Tin Tin”. E ela, com muito sacrifício, parava.

Infelizmente não vivi os anos 60, pois sou nascido em 1969. Mas amigos mais velhos me relatam que nos anos 60 os meninos desapareciam das ruas das cidades no horário em que passava Rin Tin Tin. Eu acompanhei a série nas décadas seguintes.

No universo dos brinquedos a série Rin Tin Tin gerou uma infinidade de produtos. Mas os principais deles são o Forte Apache (com este nome) e as figuras de Rusty e Rin Tin Tin, que passaram a integrar os conjuntos (fortes, conjuntos de soldados) em vários países do mundo.

Infelizmente, o sócio fundador da Gulliver, que é o único fundador da Casablanca ainda vivo, não nos permite entrevistá-lo. Mesmo sem tal entrevista, tenho certeza que o sucesso da série Rin Tin Tin no Brasil do início dos anos 60 foi um forte fator de estímulo para sua ideia de enveredar pelo universo da produção de brinquedos de faroeste. Da mesma forma, mesmo sem entrevista, tenho certeza que o sucesso de Rin Tin Tin também foi responsável pela explosão de vendas do Forte Apache, logo após seu lançamento pela Casablanca.

Já escrevi textos sobre Chaparral e Gunsmoke. O colecionador Cleso Brito escreveu um excelente texto sobre Daniel Boone. Faltava um texto sobre Rin Tin Tin. A partir de agora não falta mais. O que segue é uma compilação de informações e imagens que pesquisei na internet. Ao final do texto, imagens de produtos e brinquedos produzidos a partir da série de TV.

Não é possível falarmos sobre As Aventuras de Rin Tin Tin sem recuramos no tempo, para mais de 30 anos antes do início da produção da série de TV. Isto porque o Rin Tin Tin que víamos na série não era o original.

O exército norte-americano combatia na Europa no final da 1ª Guerra Mundial, em 1918, quando o soldado Lee Duncan encontrou num canil bombardeado em Lorraine dois sobreviventes recém nascidos, um macho e uma fêmea. Isto ocorreu em 15 de setembro de 1918. Duncan gostava de cachorros, e ele mesmo era órfão, de forma que se comoveu com a situação dos cãozinhos, e adotou os dois filhotes. Ao macho deu o nome de Rin Tin Tin. À fêmea deu o nome de Nenette. Segundo as informações disponíveis na internet, a origem dos nomes eram marionetes francesas que eram dadas aos soldados americanos para que tivessem sorte.

Havia um barco de transporte de tropas americanas que se chamava Rin Tin Tin. Eu acreditava que o nome do cão tinha sido inspirado no nome do barco.

 

Rin Tin Tin e Nenette viajaram com Duncan para os Estados Unidos, onde se estabeleceram em Los Angeles, Califórnia. Nenette, segundo as informações da internet, morreu logo ao chegar aos Estados Unidos.

O bebê Rin Tin Tin:

Como pode ser visto na foto, Rin Tin Tin era um pastor alemão de pelo bem escuro e olhos negros.

Lee Duncan ensinou diversos truques para Rin Tin Tin, e realizava algumas exibições com o cachorro. Uma dessas exibições foi filmada, Duncan viu o resultado e acreditou que Rin Tin Tin poderia ser usado em filmes (era a época do cinema mudo). A oportunidade veio em 1922, quando Rin Tin Tin foi “contratado” para fazer o papel de um lobo em The Man From Hell’s River.

Seu primeiro papel principal foi em Where the North Begins, de 1923. O filme foi um sucesso tão grande que, segundo a história, salvou o estúdio Warner Brothers da falência.

Diz a lenda que Rin Tin Tin foi um dos indicados ao Oscar de melhor ator em 1929, primeiro ano da premiação.

A Warner recebia milhares de cartas por semana solicitando fotografias autografadas de Rin Tin Tin. Os pedidos eram atendidos, e Rinty colocava a marca da sua pata nas fotos.

O primeiro Rin Tin Tin apareceu em 19 filmes até sua morte, em agosto de 1932. Em seu tempo, era o astro de maior bilheteria de Hollywood.

Filmografia:

The Man from Hell's River (1922)

Where the North Begins (1923)

Shadows of the North (1923)

The Lighthouse by the Sea (1924)

Clash of the Wolves (1925)

The Night Cry (1926)

While London Sleeps (1926)

Hills of Kentucky (1927)

Tracked by the Police (1927)

A Race for Life (1928)

Jaws of Steel (1928)

The Million Dollar Collar (1929)

A Dog of the Regiment (1929)

Tiger Rose (1929)

The Lone Defender (1930)

On the Border (1930)

The Man Hunter (1930)

Rough Waters (1930)

The Lightning Warrior (1931)

Rin Tin Tin era muito requisitado para propagandas e, entre diversos reconhecimentos, recebeu do prefeito de Nova York as chaves da cidade.

Entre 1930 e 1955 um programa de rádio sobre as aventuras de Rin Tin Tin se manteve no ar. Nos primeiros anos o Rin Tin Tin original fazia seus próprios sons e, após sua morte, foi substituído por seu filho, Rin Tin Tin Jr.

A morte de Rin Tin Tin provocou a interrupção da programação de rádio de costa a costa nos Estados Unidos, para que locutores dessem a triste notícia.

Como Rin Tin Tin era natural da França, após sua morte foi transportado para ser enterrado em solo Francês, por decisão de Duncan. Desta forma, o Rin Tin Tin original está enterrado no Cimetière des Chiens, em Paris.

Em 1963 Rin Tin Tin recebeu uma homenagem póstuma, uma estrela na Calçada da Fama, de Hollywood.

Famosos, entre os quais Greta Garbo, foram presenteados com filhotes de Rin Tin Tin.

O filho e o neto de Rin Tin Tin deram continuidade à sua carreira cinematográfica.

Filmografia de Rin Tin Tin Jr.:

Pride of the Legion (1932)

The Wolf Dog (1933)

The Law of the Wild (1934)

Skull and Crown (1935)

The Test (1935)

The Adventures of Rex and Rinty (1935)

Tough guy (1936)

Vengeance of Rannah (1936)

Caryl of the Mountains (1936)

The Silver Trail (1937)

Fangs of the Wild (1939)

Death Goes North (1939)

Filmografia de Rin Tin Tin III:

Law of the Wolf (1939)

The Return of Rin Tin Tin (1947)

A principal tarefa de Rin Tin Tin III, contudo, não foi o cinema. Ele auxiliou, junto com Duncan, o treinamento de mais de 5.000 cães que integraram as tropas americanas na 2ª Guerra Mundial.

E finalmente chegamos à década de 1950, e às Aventuras de Rin Tin Tin, que é o objetivo principal deste texto.

 

As Aventuras de Rin Tin Tin foram primeiramente transmitidas pela ABC entre outubro de 1954 e maio de 1959. Após a produção de novos episódios ser encerrada, os episódios originais passaram a ser reprisados pela CBS. A produção era da Screen Gems.

A série foi lançada para combater o sucesso de Lassie, lançada um pouco antes. Lee Aaker, o Cabo Rusty, havia inclusive sido recusado para o papel de menino do seriado Lassie. E foi uma sacada genial, afinal a série conseguiu traduzir o sonho de todo o menino à época.

Rusty era um órfão encontrado pela cavalaria após um ataque de índios, que vai viver no Forte Apache com Rinty e os soldados, para uma vida de aventuras. E recebe o posto de cabo honorário da cavalaria dos Estados Unidos. Além de Rusty e Rinty, os demais personagens principais eram o Tenente Rip Masters, o Sargento Ohara e o Cabo Boone, todos na imagem abaixo.

 

Todos pertenciam à 101ª Cavalaria, que jamais existiu, pois à época do velho oeste existiam apenas 10 regimentos de cavalaria.

Mas por que a tal 101ª Cavalaria ficava estacionada justamente no Forte Apache? Por que não em qualquer um dos outros fortes, reais ou fictícios?

 

Eu até já escrevi textos aqui no site em que afirmo que o nome Forte Apache foi utilizado em As Aventuras de Rin Tin Tin para surfar no sucesso do filme Fort Apache (Sangue de Heróis) que havia sido produzido alguns anos antes (John Ford, Henry Fonda, John Wayne, & Cia.). Neste filme, além do nome, a ação se passava no Forte Apache e arredores.

Esta hipótese não está descartada. Contudo, pesquisando para este texto descobri o seguinte – para a filmagem das cenas internas a produção do filme Fort Apache construiu um forte em Corriganville, na Califórnia, num rancho utilizado para cenário de diversos filmes e seriados chamado Corriganville Movie Ranch.

 

Pois bem, foi exatamente neste mesmo cenário, neste mesmo forte, que foi gravada toda a série As Aventuras de Rin Tin Tin. Ou seja, o Forte Apache já estava lá quando a série chegou.

 

Procurei e encontrei algumas fotos do cenário original da série. Uma delas mostra o portão do forte, outra mostra o interior e a terceira é uma vista aérea.

 

 

A foto do portão do forte tem dois meninos. Sim, o forte virou um ponto turístico, mesmo após o encerramento da série. E assim foi até 1967, quando decidiram demolir o Forte Apache para fazer um estande de tiro (que nem existe mais). Um verdadeiro acesso de estupidez, pois a preservação do forte garantiria a venda de ingressos para a visitação até os dias de hoje.

O mapa da imagem abaixo é do Corriganville Movie Ranch. Na parte de cima da imagem, um pouco à direita do centro, está o Forte Apache:

O local (sem o forte) está lá até os dias de hoje, e pode ser visitado. Placas indicam os filmes e séries que foram produzidos em cada um dos locais do rancho. Na imagem abaixo uma artista está no antigo local do Forte Apache, pintando a tela Corriganville Rocks:

 

Estrategicamente, ninguém colocaria um forte ao lado de uma montanha de rochas, pois índios posicionados no alto desta montanha poderiam fazer tiro ao alvo nos soldados. Mas quem estava preocupado com estratégia em se tratando de cinema?

Pelo menos três cachorros fizeram o papel de Rin Tin Tin na série de TV. O principal, que aparecia nas cenas com humanos, e fazia as aparições públicas, era o Rin Tin Tin IV, bisneto do original. Este, contudo, não se relacionava bem com animais. Desta forma, um outro cachorro assumia o papel de Rin Tin Tin nas cenas feitas próximas aos cavalos. Por fim, um outro cachorro fazia as cenas de lutas.

Na imagem abaixo os astros Rin Tin Tin IV e Lassie, em 1955:

Dezenas de atores interpretaram personagens em As Aventuras de Rin Tin Tin. Alguns em breves aparições, outros por vários episódios. Os personagens principais foram interpretados pelos seguintes atores:

Cabo Rusty – Lee Aaker;

Tenente Masters – James Brown;

Sargento Ohara – Joe Sawyer;

Cabo Boone – Rand Brooks.

Ao longo da série foram produzidos 164 episódios, que estão listados abaixo com seus títulos originais em inglês:

• Season 1

1      1-01      1         15/Oct/54   Meet Rin Tin Tin

2      1-02      2         22/Oct/54   Wolf Cry

3      1-03      3         29/Oct/54   Rin Tin Tin in the Flaming Forest

4      1-04      4         05/Nov/54   Rin Tin Tin and the Raging River

5      1-05      5         12/Nov/54   The Killer Cat

6      1-06      6         19/Nov/54   The Education of Corporal Rusty

7      1-07      7         26/Nov/54   Rin Tin Tin and the Apache Chief

8      1-08      8         03/Dec/54   Rin Tin Tin, Outlaw

9      1-09      9         10/Dec/54   The Outcast of Fort Apache

10     1-10      10        17/Dec/54   Rin Tin Tin and the Ancient Mariner

11     1-11      11        24/Dec/54   Rin Tin Tin and the Raw Recruit

12     1-12      12        31/Dec/54   Blood Brothers

13     1-13      13        07/Jan/55   Rin Tin Tin and the Gold Bullion

14     1-14      14        14/Jan/55   Rin Tin Tin and the Sacred Lance

15     1-15      15        21/Jan/55   Rin Tin Tin and the Shifting Sands

16     1-16      16        28/Jan/55   Rusty Plays Cupid

17     1-17      17        04/Feb/55   Rin Tin Tin and the Medicine Man

18     1-18      18        11/Feb/55   Rin Tin Tin and the Babe in the Woods

19     1-19      19        18/Feb/55   Rin Tin Tin and the Eagle's Nest

20     1-20      20        25/Feb/55   Rusty Resigns from the Army

21     1-21      21        04/Mar/55   The Legacy of Sean O'Hara

22     1-22      22        11/Mar/55   Rin Tin Tin and the Barber of Seville

23     1-23      23        18/Mar/55   Rin Tin Tin and the Blushing Brides

24     1-24      24        25/Mar/55   The Guilty One

25     1-25      25        01/Apr/55   Rin Tin Tin and the Magic Box

26     1-26      26        08/Apr/55   Rin Tin Tin and the Bandit Kingdom

27     1-27      27        15/Apr/55   Rin Tin Tin and the Printer's Devil

28     1-28      28        22/Apr/55   Rin Tin Tin and the Dead Man's Gold

29     1-29      29        29/Apr/55   Rin Tin Tin and the Ghost Town

30     1-30      30        06/May/55   O'Hara Gets Busted

31     1-31      31        13/May/55   Rin Tin Tin and the Bounty Hunters

32     1-32      32        20/May/55   Farewell to Fort Apache

33     1-33      33        27/May/55   Rin Tin Tin and the Lost Scotchman

34     1-34      34        03/Jun/55   Rin Tin Tin and the Lonesome Road

• Season 2

35     2-01      35        09/Sep/55   Rin Tin Tin and the Bugle Call

36     2-02      36        16/Sep/55   Rin Tin Tin Meets Shakespeare

37     2-03      37        23/Sep/55   Rin Tin Tin and the Wild Stallion

38     2-04      38        30/Sep/55   Rusty Volunteers

39     2-05      39        07/Oct/55   Rin Tin Tin and the Poor Little Rich Boy

40     2-06      40        14/Oct/55   Rin Tin Tin and the White Buffalo

41     2-07      41        21/Oct/55   Rin Tin Tin Meets Mister President

42     2-08      42        28/Oct/55   Rin Tin Tin and the Iron Horse

43     2-09      43        04/Nov/55   Rin Tin Tin and the Connecticut Yankee

44     2-10      44        11/Nov/55   Higgins Rides Again

45     2-11      45        18/Nov/55   Boone's Wedding Day

46     2-12      46        25/Nov/55   Rusty Goes to Town

47     2-13      47        02/Dec/55   Rin Tin Tin and the Lost Patrol

48     2-14      48        09/Dec/55   Rin Tin Tin and the Star Witness

49     2-15      49        16/Dec/55   Rin Tin Tin and the Last Chance

50     2-16      50        23/Dec/55   Rin Tin Tin and the Christmas Story

51     2-17      51        30/Dec/55   Rin Tin Tin and the Indian Burial Grounds

52     2-18      52        13/Jan/56   Rin Tin Tin and the Missing Heir

53     2-19      53        20/Jan/56   Rusty's Romance

54     2-20      54        27/Jan/56   Rin Tin Tin and the Tin Soldier

55     2-21      55        03/Feb/56   Rin Tin Tin and the Big Top

56     2-22      56        10/Feb/56   Rusty's Bank Account

57     2-23      57        17/Feb/56   Rin Tin Tin Meets O'Hara's Mother

58     2-24      58        24/Feb/56   Rin Tin Tin and the Return of the Ancient Mariner

59     2-25      59        02/Mar/56   The Failing Light

60     2-26      60        09/Mar/56   Rusty's Mystery

61     2-27      61        16/Mar/56   The Third Rider

62     2-28      62        23/Mar/56   Rusty Surrenders

63     2-29      63        30/Mar/56   Rin Tin Tin and the Rainmaker

64     2-30      64        06/Apr/56   Scotchman's Gold

65     2-31      65        13/Apr/56   Attack on Fort Apache

66     2-32      66        20/Apr/56   Rin Tin Tin and Homer the Great

67     2-33      67        27/Apr/56   Rinty Finds a Bone

68     2-34      68        04/May/56   Rin Tin Tin Meets Mister Nobody

69     2-35      69        11/May/56   Rin Tin Tin and the Circle of Fire

70     2-36      70        18/May/56   Hubert Goes West

71     2-37      71        25/May/56   Rin Tin Tin and the Lost Treasure

72     2-38      72        01/Jun/56   Rin Tin Tin and the Second Chance

• Season 3

73     3-01      73        07/Sep/56   Forward Ho!

74     3-02      74        14/Sep/56   Rin Tin Tin and the Witch of the Woods

75     3-03      75        21/Sep/56   Sorrowful Joe

76     3-04      76        28/Sep/56   Rin Tin Tin and the Return of the Chief

77     3-05      77        05/Oct/56   Silent Battle

78     3-06      78        12/Oct/56   Yo-o Rinty

79     3-07      79        19/Oct/56   Rin Tin Tin and the White Wolf

80     3-08      80        26/Oct/56   Return of Rin Tin Tin

81     3-09      81        02/Nov/56   Boone's Grandpappy

82     3-10      82        09/Nov/56   The Lost Puppy

83     3-11      83        16/Nov/56   Presidential Citation

84     3-12      84        23/Nov/56   Wagon Train

85     3-13      85        30/Nov/56   Fort Adventure

86     3-14      86        14/Dec/56   Rin Tin Tin and the Invaders

87     3-15      87        28/Dec/56   Racing Rails

88     3-16      88        04/Jan/57   Higgins' Last Stand

89     3-17      89        11/Jan/57   The Indian Hater

90     3-18      90        18/Jan/57   Rin Tin Tin Meets the Southern Colonel

91     3-19      91        25/Jan/57   The Warrior's Promise

92     3-20      92        01/Feb/57   Sorrowful Joe Returns

93     3-21      93        08/Feb/57   The Lieutenant's Lesson

94     3-22      94        15/Feb/57   The Swedish Cook

95     3-23      95        22/Feb/57   Rusty Gets Busted

96     3-24      96        01/Mar/57   O'Hara's Gold

97     3-25      97        08/Mar/57   O'Hara Gets Culture

98     3-26      98        15/Mar/57   The Frame-Up

99     3-27      99        22/Mar/57   Boone's Commission

100    3-28      100       29/Mar/57   The Silent Witness

101    3-29      101       05/Apr/57   Indian Blood

102    3-30      102       12/Apr/57   The Old Soldier

103    3-31      103       19/Apr/57   Stagecoach Sally

104    3-32      104       26/Apr/57   Bitter Medicine

105    3-33      105       03/May/57   Corporal Carson

106    3-34      106       10/May/57   Hubert's Niece

107    3-35      107       17/May/57   O'Hara Gets Amnesia

108    3-36      108       24/May/57   Along Came Tubbs

109    3-37      109       31/May/57   Swanson's Choice

110    3-38      110       07/Jun/57   The Gentle Kingdom

111    3-39      111       14/Jun/57   The Swapper

112    3-40      112       21/Jun/57   The Old Man of the Mountain

• Season 4

113    4-01      113       20/Sep/57   Return to Fort Apache

114    4-02      114       27/Sep/57   The Courtship of Marshal Higgins

115    4-03      115       04/Oct/57   Rusty's Reward

116    4-04      116       11/Oct/57   A Look of Eagles

117    4-05      117       18/Oct/57   The Last Navajo

118    4-06      118       25/Oct/57   Mother O'Hara's Marriage

119    4-07      119       01/Nov/57   Hostage of War Bonnet

120    4-08      120       08/Nov/57   Rodeo Clown

121    4-09      121       15/Nov/57   Rusty's Strategy

122    4-10      122       22/Nov/57   Frontier Angel

123    4-11      123       06/Dec/57   The Hunted

124    4-12      124       13/Dec/57   White Chief

125    4-13      125       20/Dec/57   Boundary Busters

126    4-14      126       10/Jan/58   Rin Tin Tin and the River Chase

127    4-15      127       24/Jan/58   Top Gun

128    4-16      128       07/Feb/58   Tomahawk Tubbs

129    4-17      129       14/Feb/58   The New C.O.

130    4-18      130       21/Feb/58   Pritikin's Predicament

131    4-19      131       28/Feb/58   Rusty's Remedy

132    4-20      132       07/Mar/58   Spanish Gold

133    4-21      133       14/Mar/58   Bitter Bounty

134    4-22      134       21/Mar/58   Sorrowful Joe's Policy

135    4-23      135       28/Mar/58   Border Incident

136    4-24      136       04/Apr/58   Wind-Wagon McClanahan

137    4-25      137       11/Apr/58   Rin Tin Tin and the Secret Weapon

138    4-26      138       18/Apr/58   Brave Bow

• Season 5

139    5-01      139       19/Sep/58   The General's Daughter

140    5-02      140       26/Sep/58   Escape to Danger

141    5-03      141       03/Oct/58   Decision of Rin Tin Tin

142    5-04      142       10/Oct/58   The Foot Soldier

143    5-05      143       17/Oct/58   Rusty's Opportunity

144    5-06      144       24/Oct/58   Running Horse

145    5-07      145       31/Oct/58   The Cloudbusters

146    5-08      146       07/Nov/58   Deadman's Valley

147    5-09      147       14/Nov/58   Grandpappy's Love Affair

148    5-10      148       21/Nov/58   The Epidemic

149    5-11      149       05/Dec/58   The Best Policy

150    5-12      150       12/Dec/58   Miracle of the Mission

151    5-13      151       02/Jan/59   Star of India

152    5-14      152       09/Jan/59   The Misfit Marshal

153    5-15      153       16/Jan/59   Old Betsy

154    5-16      154       23/Jan/59   Stagecoach to Phoenix

155    5-17      155       30/Jan/59   Major Mockingbird

156    5-18      156       06/Feb/59   The Matador

157    5-19      157       13/Feb/59   The Accusation

158    5-20      158       20/Feb/59   Royal Recruit

159    5-21      159       27/Feb/59   The Devil Rides Point

160    5-22      160       06/Mar/59   Pillajohn's Progress

161    5-23      161       13/Mar/59   The Ming Vase

162    5-24      162       20/Mar/59   Apache Stampede

163    5-25      163       03/Apr/59   The Luck of O'Hara

164    5-26      164       08/May/59   The Failure

Como a legislação sobre trabalho infantil (Lee Aaker) limitava a jornada a 4 horas diárias, cada episódio demorava 4 dias para ser produzido. A quantidade de atores em cada episódio era pequena, mas centenas de soldados e índios apareciam nas cenas de batalha. Qual o milagre? A série utilizava imagens de outros filmes de faroeste, como Túnel do Tempo.

No Brasil a série teve os seguintes dubladores:

Gravasom e AIC - São Paulo:

 

Reginaldo Farias .... Rusty

Zezinho Cútulo .... Rusty
Ronaldo Batista .... Tenente Rip

Marcelo Ponce .... Sargento O'Hara

Waldir de Oliveira .... Cabo Boone

Nas séries com animais dos anos 50 geralmente as coisas transcorriam na paz, mas Rin Tin Tin era diferente. Duelos, batalhas, e índios morrendo como moscas. Eram os tempos pré politicamente correto.

O sucesso de As Aventuras de Rin Tin Tin transformou seus protagonistas em astros da publicidade. Na imagem abaixo, Rip e Rusty fazem propaganda de brinquedos. Pena que a imagem é ruim e não nos permite ver os brinquedos que estão atrás deles.

 

Mesmo “vivendo” no velho oeste, parece que o jovem Lee Aaker gostava de brinquedos mais envenenados...

 

Os atores.

Triste o destino dos astros mirins, raramente conseguem se fixar como atores quando crescem. Foi o que aconteceu com Lee Aaker, que é de 1943. Aqui eu aproveito para pedir desculpas a alguns amigos, aos quais eu havia informado que Lee Aaker estava morto. Não está. Pelo menos enquanto escrevo este texto ele ainda está vivo.

Aaker apareceu em diversos filmes quando criança, incluindo High Noon (Matar ou Morrer) com Gari Cooper, e Hondo, com John Wayne. A partir de 1954 virou o super astro de As Aventuras de Rin Tin Tin, mas depois do encerramento da série não conseguiu se manter na profissão.

Acabou tentando a carreira de produtor, mas também não deu certo. Trabalhou como carpinteiro, e atualmente é instrutor de ski para pessoas com necessidades especiais.

James Brown, o tenente Rip Masters, nasceu em 1920 e faleceu em 1992, de câncer de pulmão.

Brown iniciou suas atividades profissionais como tenista, e depois teve uma carreira de 40 anos como ator, fazendo diversas aparições em filmes e séries de TV.

Já nos anos 70 ele gravou introduções para reprises dos episódios de As Aventuras de Rin Tin Tin.

Joe Sawyer, o sargento Ohara, nasceu em 1906 e faleceu em 1982, de câncer de fígado. Era Canadense.

Também teve uma longa carreira como ator de cinema e de séries de televisão.

Rand Brooks, o cabo Boone, nasceu em 1918 e faleceu em 2003.

Ele abandonou a escola para tentar carreira na MGM em 1938. Deu certo e logo ficou famoso com o papel de Charles Hamilton em E o Vento Levou.

Ele foi o primeiro ator a beijar em cena uma atriz iniciante chamada ... Marilin Monroe.

Com a carreira em declínio, ele novamente conseguiu sucesso com As Aventuras de Rin Tin Tin.

Após encerrar sua carreira de ator ele fundou um serviço de ambulâncias que se tornou o maior de Los Angeles, até 1994, quando vendeu a empresa e se aposentou. Quando faleceu se dedicava à criação de cavalos andaluz em seu rancho.

A dinastia Rin Tin Tin...

Lee Duncan faleceu em setembro de 1960. Antes de sua morte, a texana Jannettia Brodsgaard Propps já havia adquiridos diversos descendentes do Rin Tin Tin original. Após a morte de Duncan ela assumiu a responsabilidade pelo controle da descendência de Rin Tin Tin. Atualmente é Dorothy Yanchak quem é responsável por tal controle, bisneta de Jannettia.

O cachorro que atualmente leva o nome de Rin Tin Tin é da 12ª geração, e faz aparições em eventos.

A maioria dos descendentes de Rin Tin Tin são cedidos para serviço policial, bombeiros e para auxílio a crianças com necessidades especiais.

O Rin Tin Tin IV (da série de TV) estaria, conforme informações, enterrado na antiga propriedade de Lee Duncan, na Califórnia.

Brinquedos, produtos…

A quantidade de brinquedos e produtos lançados a partir do sucesso de As Aventuras de Rin Tin Tin é grande demais para que eu tenha a pretensão de mostrar tudo em um único artigo. Mas acho que fiz um bom apanhado.

No Brasil a história de inicia em 1964, com a lançamento do Forte Apache pela Casablanca. O Forte vinha com o trio da imagem abaixo, representando Rip Masters, Rusty e Rin Tin Tin. Todos eram cópias de originais Espanhóis.

Um pouco depois, por alguma razão desconhecida, a Casablanca decidiu lançar um segundo modelo de Rusty, mantendo então os dois modelos em linha. Este segundo modelo também foi copiado da Espanha. Após a transferência da produção do Forte Apache para a Gulliver, em 1969, foi este o modelo que ela produziu até 1979, quando se encerrou a produção do cabo Rusty por aqui.

Em 1968 o sócio Francisco Ortega Blanco deixou de integrar o quadro societário da Casablanca e, conforme tese desenvolvida por mim, levou com ele alguns moldes, que foram depois utilizados pela Trol (empresa da qual ele se tornou diretor). Entre os moldes levados com ele estavam o do Rip Masters e o do primeiro modelo de Rusty. O Rin Tin Tin da Trol usava fôrma diferente. Nas imagens abaixo aparecem os três, no padrão de pintura da Trol.

 

 

Rusty e Rin Tin Tin integravam na TV uma fictícia 101a cavalaria e atuavam no Arizona. Na Casablanca / Gulliver passaram a integrar a 7a Cavalaria, que nunca atuou no Arizona. Na Trol integraram uma fictícia 13a Cavaria.

A Espanha foi o país onde se produziu a maior quantidade de gifuras representando Rusty e Rin Tin Tin. Nas imagens abaixo aparecem os 5 Cabos Rusty e os 4 Rin Tin Tins Espanhóis que tenho.

 

Mais Espanhóis:

 

 

 

Nos Estados Unidos a Marx, que não deixava passar sucesso de televisão sem lançar brinquedo, faturou alto com as figuras de rip, Rusty e Rin Tin Tin, e com o Forte Apache.

 

 

 

Diversos:

 

Quebra-cabeça – na imagem abaixo, uma cena de Rin Tin Tin com um camelo. Assisti este episódio na infância, mas ainda lembro da história. Como o Arizona é um território árido, o exército americando teve uma idéia – substituir os cavalos por camelos. E trouzeram um camelo para testar. Logo corre entre os índios a informação de que a cavalaria estava preparando uma arma secreta, e eles se aproximam do forte para tentar descobrir do que se tratava. Por coincidência, logo quando eles chegam próximo os soldados, em treinamento, dão diversas salvas de tiros. Os índios, assustados, se entreolham e concluem – essa nova arma é mesmo poderosa…

 

Capa de revista de colecionadores:

Chiclete:

 

Álbum de figurinhas:

 

 

 

Balas Sumaré:

Discos:

 

 

Aparições:

Bem amigos, era o que eu tinha para dizer. Espero que tenham tido tanto prazer em ler quanto eu tive em escrever.

Até a próxima,

Marcos Guazzelli

Setembro de 2012

PS. Neste bimestre, excepcionalmente, não publiquei o tradicional artigo “Diversos”. Desta forma, não tive lugar para dizer o que direi abaixo, de forma que peguei uma carona aqui no Rin Tin Tin…

O faroeste não está morto!

Em julho a Editora Abril publicou uma edição especial Disney com 300 páginas sob título de “Velho Oeste”:

Já em agosto foi a vez da Panini lançar Grandes Astros do Faroeste. Excelente leitura, totalmente recomendada por este editor.





Comentários

Enviar comentario

De: vilmar xavier pires
emocionante a matéria. ME FEZ RELEMBRAR GRANDES MOMENTOS DE MINHA INFÂNCIA COM ESTES HERÓIS. TAMBÉM CONCORDO QUE ANTIGAMENTE ERA MAIS INTERESSANTE AS SÉRIES E OS FILMES QUE HOJE EM DIA.ABRAÇÃO


De: wagner de azevedo marques
MAIS UM EXECELENTE ARTIGO ! Aquele socio da Casablanca que deixou a empresa foi o mesmo que teria criado a Brinq Comanche ??? Recentemente comprei figuras identicas da Gulliver - fase Atlantic - de um fornecedor de Portugal, fabricação FANABRI ( nome da Fabricante dos play sets Bat de Itororo e tuiuti !!! ??? Sera que a Casablanca / gulliver teria algo a ver com a FANABRI ??? abraços e um otimo Natal para voce e toda sua familia !!! Super 2013 !!!!


De: Rovilson
Excelente trabalho de pesquisa, parabéns!


De: Rosangela
Parabéns pelo excelente artigo. Rin Tin Tin era uma das minhas séries favoritas. No interior do Paraná onde passei minha infância, todos adoravam o Rin Tin Tin. Lá toda casa tinha pelo menos 1 cachorro e a grande maioria deles tinham o nome de Rin Tin Tin. Não importava se o cachorro era pastor alemão ou vira - lata, o importante era colocar nele o nome do nosso herói Rin Tin Tin.


De: hugo marconi ribeiro
excelente texto que nos faz rememorar os tempos distantes da nossa infancia querida...parafraseando Vitor Hugo: oh printemps! oh souvenirs...! congratulações Guazelli por este belo site, um dia se vier a J Pessoa terei prazer em recebê-lo em minha casa para apreciarmos minha pequena coleção de brinquedos, abraços.


De: Tadeu Tufie Mahfud (TedDbest)
From all the tales of the west you'll remember best corporal rusty and private rin-tin-tin....esta música é inesquecivel do episódio do aniversário do cabo rusty no forte apache, eu sou de 1973 e cresci assistindo seriados como Rintintin, BatMasterson, Laramie, Bonanza, Caravana, Daniel Boone, brinquei muito de forte apache e colt na cartucheira com estrela de xerife, brinquei até nao aguentar mais, e tive um pastor alemão chamado rintintin, acho que mostrei a foto pro MG quando ele veio aqui em casa. Quando leio estes contos e relatos eu confesso que fico feliz por ter vivido tudo isso e triste por saber que atualmente ninguém da garotada atual gosta ou as vzs se quer sabe o que é velho oeste. Obrigado Guazelli por este website, você é d+. Dizem que sou louco...mas louco é quem me diz...que não é feliz...EU SOU...FELIZ.....AMÉM!!!


De: Crazy Horse
Excelente Artigo!!! Obrigado pelas informações!! Assim como você, tive a sorte de poder ligar TV nos anos 70. Assisti alguns episódios dos seriados, Rin Tin Tin, Ben o Urso amigo, Flipper e Batman. Brincava de ser índio, queria morar no litoral e ter o golfinho como amigo. Abraço a todos!!


De: Jean Carlos
Caro Guazzelli, por eu ter nascido em 1976, infelizmente não pude usufruir do auge dos filmes e seriados de faroeste, muito menos do Rin-Tin-Tin - embora tenha curtido ainda muitas reprises boas e então frequentes no início dos anos 1980, que me tornaram um grande fã do gênero. Mas, graças ao seu interessantíssimo artigo, consegui ser transportado para uma época que não conheci. Ignorava muitos dos detalhes relatados. Mais uma vez, obrigado pela "viagem". Um grande abraço!


De: Pedro luiZ Malaspina
Parabéns pelo(s) texto(s), seu site é um delicioso Túnel do Tempo(sem trocadilho...rs) os Seriados dos 50/60/70 sem dúvida eram os melhores( hoje em dia temos "trocentos" de perícia criminal, idem de médicos/Hospitais e policiais( todos praticamente iguais) acho que só o canal TCM que passa uma programação mais "Old School", os brinquedos do passado estimulavam nossa criatividade(sou Publicitário) hoje em dia as crianças estão todas "robotizadas"( não sabem nem Ler/escrever direito) seu site é um oásis no meio de tanta mediocidade, Continue assim, Um Grande abraço à você e à todos os amigos que curtem esse Universo Western, meu cachorro JOE manda um latido...rs Pedro Luiz Malaspina(também estou no Face se quiser me adicionar...) "Soldier Blue"


De: Carlos Eduardo Ambrogini
Boa tarde,embora leitor assíduo , escrevo pela primeira vez . As Aventuras de Rin Tin Tin e o Forte Apache ! Tive um Forte Rin Tin Tin , um Gulliver 73 entre tantos outros conjuntos da época , no mesmo período nosso cão de nome Black era da raça Pastor Alemão . Gostaria de compartilhar com vocês que desde esses tempos decide estudar Medicina Veterinária . Hoje com quase 25 anos de formado , atuando como clínico de pequenos animais , eu não tenho dúvidas que o seriado , o brinquedo e nosso cão Black "sem querer " influenciaram minha vida toda ! Como lembrança tenho ao lado da minha mesa uma foto emoldurada do Rin tin, Rusty e do Rip Master . Por favor não se considere nem "chato"e muito menos "otário" . Nós eramos felizes e sabiamos. Forte abraço . Carlos Eduardo .