DESACELERANDO



Leitores,

Em 2002 descobri através da internet outras pessoas que também apreciavam brinquedos antigos. Com o tempo passei a publicar alguns textos no site Galeria dos Brinquedos.

Num determinado momento o Alexandre Nunes, editor do Galeria dos Brinquedos, resolveu dar um tempo no site. Fiquei sem opção para publicar os textos que escrevia. Na época cheguei a oferecê-los para publicação no site Brinquedos Raros, do Sidnei Diana, mas não foram aceitos.

Sem ter onde publicar, tive que investir algum dinheiro na criação do meu próprio site. Na época, agosto de 2005, eu estava gastando com a construção da casa, e quem já passou por esta experiência sabe bem como ficam as finanças pessoais nessas circunstâncias. Desta forma, foi com muito sacrifício que reuni os cerca de R$1.800,00 que gastei com criação do layout, pagamento do domínio, criação do site, etc. Mas foi um dinheiro bem aplicado.

Mais de 6 anos se passaram num piscar de olhos, o site cresceu, passou de algumas dezenas de acessos diários para uma média de 900 acessos. Foram publicados nesses mais de 6 anos quase duas centenas de textos.

Mas o fardo começou a ficar pesado sobre os meus ombros. Quando criei o site, em 2005, não tinha idéia do que representava manter um site na internet. Com o tempo o site passou a ser como uma revista: exige tempo (muito tempo), pauta, prazo, verba. Um texto que os leitores lêem em 2 ou 3 minutos muitas vezes consome muitas horas para ser produzido. A atualização que está indo ao ar agora em janeiro, por exemplo, começou a ser planejada em setembro.

Por outro lado, a quantidade de material que recebo de colaboradores é pequena, o que deixa comigo a parte mais significativa do esforço de atualização.

Às vezes tenho algumas idéias, que acabam não dando certo. Por exemplo, imaginei a série Visita a Colecionador. Naquele momento pensei: “que idéia genial”. Eu iria viajar pelo Brasil mostrando quem são os colecionadores e suas coleções, contar suas histórias e suas curiosidades. Só não contava que ... não haveria candidatos a receber a visita. Recebi apenas 1 convite até hoje. Como diria o filósofo Garrincha ... faltou combinar com os russos.

Assim, com pouca colaboração dos leitores e colecionadores, tenho ainda mais trabalho em pesquisar assuntos para publicação. E isto tem que ser feito nas horas vagas, pois o trabalho é exigente e ciumento.

Desta forma, eu resolvi desacelerar um pouco o ritmo de produção de conteúdo. Desde a criação do site em agosto de 2005 até este mês, janeiro de 2012, sempre o atualizei a cada 60 dias (dois meses). A partir de agora vou atualizá-lo a cada 120 dias (quatro meses). Desta forma, as atualizações passam a ser no final de janeiro, maio e setembro de cada ano.

Nos meses de intervalo bimestral (março, julho e novembro) publicarei material eventualmente enviado por colaboradores. Se surgir algo de muito relevante nos intervalos, como sempre, publicarei uma Edição Extra.

Conto com a compreensão de todos.

Marcos Guazzelli

Janeiro de 2012





Comentários

Enviar comentario

De: Tadeu Mahfud
Desde que conheci o site do Guazelli eu passei mais tempo nele do que no site de colecionadores de carrinho que eu participava antes. Já visitei o Guazelli na casa dele algumas vezes e ele já fez matéria comigo. Pergunto, onde estão os outros que tem bem mais itens do que eu? Por favor, convidem o Guazelli, posso afirmar que ele somente relata tudo e não quebra nossos brinquedos..rsrssr. Eu adoro as viagens do Guazelli, a coleção dele os relatos, tudo, mas por favor, ajudem a perpetuar este unico acervo que temos. Nem a CSBL e GLV deram bola pra gente, se nao fosse o site Brinquedos de Faroeste não teriamos nada. Fica aqui meu apelo..contatem o Marcos, chamem ele para visitarem suas coleções, nos brindem com esta riqueza de informações. Eu era leigo no tema..hoje me considero expert graças ao site do Guazelli.. Guazelli, entendo o teu lado sim, mas agradeço a Deus por vc existir e ter tomado iniciativa..Abs


De: David Orling
Caro Marcos! De fato o trabalho de atualização é difícil. Sou diretor da TV Informativo e sei como é trabalhoso a questão de mídias. Abraço, David Orling


De: Marcos Crespo
Prezado Marcos Compreendo perfeitamente sua exposição de motivos. Lamento não ter sido participativo. É um grave defeito meu. As vezes passo mesmo alguns meses sem acessar um e outro site. Qdo lembro de revisitar o seu, sempre surpreendo-me c/ a vitalidade e a constante atualização. Isso é um encargo e tanto. Nunca atentei à questão da visita nesses termos que vc colocou agora. Mas fica o convite p/ o amigo, qdo tiver uma oportunidade de vir ao Rio, visitar minha casa e minha coleção. Receba meu fraternal abraço e parabéns pelo que o site foi até agora e continuará sendo, em novas bases.


De: jorge alberto
muito obrigado por todos os posts que fez e pelos que ainda vai fazer. e sobre custos de um site, se vc quiser evitar vc pode ir transferindo tudo para um blog, até por tudo, e depois começar a postar nele.


De: cassiano olegario
Olá Marcão, tchê eu não tinha idéia de como era trabalhoso e o custo financeiro de manter o site ativo. Agora eu entendo a dificuldade e o planejamento que tu tem que ter, e como falou o Luiz Pizzutti a gente não tem como discordar de suas razões afinal a gente apenas dispõe do teu site e não ajuda em quase nada. Talvez com esse intervalo maior entre as atualizações seja mais facil agregar material de pesquisa.Vamos aguardar com carinho e muita expectativa a próxima atualização!!


De: Luiz Paulo Pizzutti - SP
Não há como discordar de suas razões,e entendo, mas é uma pena pois estamos sempre ansiosos pelos artigos! Aqui (SP) temos um grupo de aficcionados/colecio- nadores e estamos bolando iniciar breve, encontros periódicos(e saiba que vc. será um convidado de honra)e creio que com o tempo teríamos mais gente saindo do armário(no bom sentido) e se juntando a nós para curtir e expor soldadinhos, de faroeste e outros toy soldiers. Prosseguiremos na idéia pois o espaço já temos, e se puder contribuir em algo ou fazermos algo, será uma grande satisfação. Forte abraço !