VISITA A COLECIONADOR - 3



Prezados leitores,

Nós, colecionadores e admiradores de brinquedos de faroeste, não gostamos muito de nos reunir, tanto que nunca realizamos um encontro sequer. A maior parte dos colecionadores do Brasil está em São Paulo, mesmo assim não ocorre um encontro de colecionadores de São Paulo. Somos assim, diferentemente de outros colecionadores como, por exemplo, colecionadores de carros antigos, ou até colecionadores de carros em miniatura, que realizam vários encontros por ano.

Quando eu idealizei esta série de artigos denominada “Visita a Colecionador”, imaginei-a como uma oportunidade de apresentar os colecionadores e suas coleções, para que todos possam conhecê-los. Se realizássemos encontros periódicos, uma série de artigos como esta seria até desnecessária.

Os artigos produzidos com as duas visitas anteriores tiveram excelente acolhida entre os leitores. Recebi muitos e mails elogiando a iniciativa. Contudo, como escrevi na atualização de maio, não quero constranger as pessoas impondo a minha visita. Há muitas pessoas que não gostam de receber estranhos em casa. É um direito delas. Portanto, escrevi que a partir dali só realizaria as visitas nas residências dos colecionadores que entrassem em contato comigo para dizer algo como: “eu gostaria que você viesse à minha casa, podemos marcar?” Bem, lá se foram 60 dias e apenas o colecionador ora visitado entrou em contato para agendar uma visita. Desta forma, escrevo este preâmbulo para informar que este pode até ser o último artigo da série, por falta de candidatos a serem visitados. De qualquer forma, permanecerei à disposição de todos, com a maior vontade de visitá-los e conhecer suas coleções. Caso alguém deseje entrar em contato...

Mas vamos ao relato da visita.

Nesta oportunidade, viajamos até o estado de Santa Catarina, mais precisamente à cidade de Jaraguá do Sul. Jaraguá faz parte da região que concentra o maior número de descendentes de imigrantes alemães em Santa Catarina. Em Jaraguá estão localizadas algumas empresas famosas, como WEG, Malwee, Marisol, entre outras.

O proprietário da Malwee, por sinal, mantém com recursos próprios um belo parque na cidade, chamado de Parque Malwee, com acesso livre para o público (foto abaixo). Pelo movimento no parque, deve ser um dos principais pontos de lazer da cidade.

O colecionador visitado foi o Tadeu Mahfud, e uma das minhas curiosidades era saber como poderia haver um sobrenome como “Mahfud” numa região de imigrantes alemães. Dúvida prontamente esclarecida, o Tadeu é filho de pai libanês e mãe alemã.

O Tadeu é administrador de empresas, trabalha na WEG (que tem “só” 25 mil funcionários), e nos recebeu em sua residência com sua esposa Débora e seu filho Lucas. Em relação ao Lucas posso relatar que não o vi mexendo nas preciosidades do pai durante todo o tempo em que estive lá.

Há um quarto nos fundos da casa do Tadeu que é uma capsula do tempo. Passar pela porta significa voltar aos anos 1970. É lá que estão os brinquedos, o toca discos, as “tralhas”, os discos de vinil. Foi lá que nos reunimos para falar de brinquedos, enquanto as mulheres ficavam na sala, tratando de questões menos relevantes...

Como todos nós, o Tadeu aprendeu a gostar de brinquedos de faroeste brincando na infância, o que pode ser conferido na fotografia abaixo, tirada lá pelos idos de 1979. Infelizmente a foto ficou clara com o tempo, mas nela aparece o Tadeu brincando com seus “hominhos”. À direita na imagem o que parece uma mancha branca é o toldo de uma carroça.

Apesar de gostar muito de brinquedos de faroeste o Tadeu, como muitos de nós, acabou dando seus brinquedos para os sobrinhos mais velhos, atitude que, anos mais tarde, seria lamentada. Os anos passaram, e a veia do colecionismo de brinquedos foi despertada pelos carrinhos de ferro, não pelos fortes. Tadeu começou a colecionar carrinhos, participar de eventos, comercializar, teve um site de carrinhos, etc. Tanta dedicação resultou numa coleção com milhares de itens, incluindo a quase totalidade dos modelos Matchbox dos anos 1970. As fotos abaixo são para dar uma idéia da coleção de carrinhos:

Os carrinhos Matchbox também marcaram a minha infância. Na época eram trazidos do Paraguai. Felizmente (para mim) meu padrasto era fornecedor da obra de Itaipú, o que o obrigava a ir mensalmente a Foz do Iguaçu, logo ... sempre vinha um Matchbox na viagem de volta a Curitiba. Também tenho alguns na minha coleção de brinquedos, embora nada que se aproxime ao que o Tadeu tem.

O gosto do Tadeu por faroeste voltou a despertar em função de um colecionador que quis se desfazer de alguns itens que possuía, oferecendo-os ao Tadeu. O interessante é que o Tadeu, como todos nós, começou dizendo: “OK, mas quero ter só 1 forte, para recordar a infância.”. Aí logo passa para “OK, com 2 fortes estarei satisfeito.” E assim vai, sempre crescendo, sem nunca nos darmos por satisfeitos.

A coleção de brinquedos de faroeste do Tadeu ainda é jovem, está em plena fase de crescimento, mas crescimento acelerado, já contando com alguns bons itens, que podem ser vistos nas imagens abaixo:

Grande Forte Apache 1975 – 1977:

Cidade com casas da Paglitoys:

Diligência da Elastolin:

Primeiro modelo de forte lançado pela Casablanca:

Forte Apache 1979. Sobre este forte é bom destacar mais uma vez – os modelos 1978 e 1979 eram praticamente idênticos. A diferença é que o 1978 vinha com guaritas e o 1979 com torres.

Forte Apache 1975 – 1977:

Forte Grant, Espanhol. Ao fundo, na prateleira superior, veículos Balila.

Por fim, a foto dos “guerreiros” dentro da capsula do tempo. Aos nossos pés havia algumas latas de cerveja, mas foram cortadas da foto...

Espero que tenham apreciado.

Agradeço mais uma vez ao Tadeu e sua família por terem dedicado a nós algumas horas do seu domingo (17/07/2011).

Até a próxima,

Marcos Guazzelli





Comentários

Enviar comentario

De: Paulo R. Silva Pereira
Puxa, que viagem no tempo, gostaria de saber se é possível visitar esta coleção. Meu email é pa19ulo65@hotmail.com. Muito Obrigado!


De: ?????????????
I was wondering if you ever thought of changing the layout of your website? Its very well written; I love what youve got to say. But maybe you could a little more in the way of content so people could connect with it better. Youve got an awful lot of text for only having 1 or 2 images. Maybe you could space it out better? ????????????? http://www.thbsf.com/


De: marcelo saad
Parabéns ao meu amigo tadeu pela coleção . Muito legal mesmo e a matéria esta ótima.


De: Jean Carlos C.
Parabéns ao Tadeu pela magnífica coleção, que tem tudo o que eu adoro: brinquedos de faroeste, super-heróis Gulliver, Matchbox, Falcon... Que maravilha! E, realmente já passa da hora de se realizar uma convenção com o tema "brinquedos de faroeste" aqui no Brasil. E a iniciativa tem que partir de nós, colecionadores, pois se depender da Gulliver...


De: Pedro Pacheco
Marcos cada vez você está escrevendo melhor e coisas mais interessantes, só posso dizer parabens. Quanto a visitar colecionadores, o que pode estar ocorrendo é que o colecionador pode achar que a coleção não está grande o suficiente, mas sabemos de gente que deve ter coisas interessantissimas....


De: PAULO ROBERTO PEDRI
É sempre bom poder ler matérias e conhecer brinquedos e colecionadores como o Tadeu e o Marcos, espero que esta iniciativa continue crescendo cada vez mais e que em breve haja aproximação entre nós colecionadores. Grande abraço...


De: Wagner
Excelente essa materia sobre coleção do Tadeu ! E qto aos seus comentarios iniciais vc tem razão, não temos tido encontros de colecionadores aqui em SP, parece-me por mais falta de tempo, oportunidade ou mobilização.Quem sabe possamos realizar um Encontro brevemente tendo como convidado especial e homenageado o Andres da Gulliver ???


De: Raul Aguiar
Mais uma grande matéria!Parabéns ao Tadeu pela bela coleção.


De: Maisson
bom dia, Conheço o Tadeu há algum tempo e ele realmente gosta muito dos brinquedos antigos, e cuida muito deles... os matchbox tem uma atenção especial como também o "fuca". a coleção dele realmente é impressionante! Marcos, parabéns pela matéria, e Tadeu, parabéns pela coleção e por preservar com tanta vontade essas boas lembranças dos anos 70!! Maisson


De: Maisson
bom dia, Conheço o Tadeu há algum tempo e ele realmente gosta muito dos brinquedos antigos, e cuida muito deles... os matchbox tem uma atenção especial como também o "fuca". a coleção dele realmente é impressionante! Marcos, parabéns pela matéria, e Tadeu, parabéns pela coleção e por preservar com tanta vontade essas boas lembranças dos anos 70!! Maisson


De: Pedro Kalnin - PEKAL
Conheço o Tadeu faz alguns anos. Muitos anos de colecionismo automotivo. Pessoa apaixonada pelo que faz só pode resultar em acervo excepcional. Parabéns pela matéria e por manter viva os anos dourados de nossa infância. Abraço.


De: cassiano olegario
Esplendida a matéria, eu espero um dia poder visitar o tadeu e o Guazzelli, e talvez daqui ha algum tempo poder convidar os dois para vir tomar um chimarrão comigo na minha casa.


De: Tadeu Mahfud
Marcos, eu que tenho que agradecer ao magnífico domingo que tivemos, uma honra recebê-lo em minha casa. Mais uma vez obrigado por sua nobre iniciativa. E que venham outros colecionadores mostrando suas coleções. Atenciosamente, Tadeu