CAVALO POLÊMICO E OUTRAS HISTÓRIAS



Amigos,

Cá estou eu mais uma vez falando sobre cavalos do Forte Apache, parece que este assunto não tem fim. No artigo do Marcos, aquele dos cavalos, publicado há alguns meses atrás, foi aberta uma polêmica sobre um determinado cavalo, mostrado no final do artigo, que ninguém sabe de onde veio nem para onde vai. Nem eu. Só tenho uma hipótese.

Um amigo meu de infância, Reginaldo Sismotto, amigo do futebol, das brincadeiras de rua e, por que não dizer, do Forte Apache, tinha o tal cavalo.

Esse meu amigo, que por sinal não vejo há muitos anos, tinha um  avô que morava num bairro distante. Foi na casa do seu avô que vi pela primeira vez o conjunto “Lawrence da Arábia”, lá pelos idos de 71 ou 72.

Nunca entendi muito bem por que esse brinquedo ficava na casa do avô. Muito menos me preocupava em saber quem era o fabricante.

Foi nesse conjunto do meu amigo que vi diversos desses cavalos misteriosos, além dos camelos e, logicamente, as figuras.

Muitos vão dizer: “...mas os cavalos não têm sela, e alguns possuem pintura de guerra...”. Isto eu não sei responder.

Levando para o lado da fantasia e da imaginação, podemos reparar que o cavalo em questão tem a cabeça pequena se compararmos ao corpo, o que lembra a raça dos cavalos árabes. Logo ...

Na minha opinião este cavalo era fabricado pela Casablanca, mas a minha opinião pouco importa, mesmo porque já ouvi histórias de que quem fabricou o “Conjunto Lawrence da Arábia”, foram ex-funcionários da Casablanca que pegaram emprestado (*) as formas e blá, blá, blá, o resto fica por conta da imaginação de vocês.

Bem, acho que com esta história só faz aumentar ainda mais a dúvida sobre este famigerado cavalo.

Apreciem as fotos e formulem as suas opiniões.

Parte do Conjunto Lawrence da Arábia

                            


Cavalos, um de cada cor                                     


Cavalo Árabe

(cabeça pequena e côncava)

 

Detalhe mais aproximado da figuras

Um grande abraço.

Miguel Cerrato Junior

mgl_crt@yahoo.com.br

(*) usar outro termo, seria leviano da minha parte.

Notas do editor do site:

Achei muito interessante a sacada do Miguel sobre este assunto e pode, sim, haver um fundo de verdade nesta sua tese.

Faço apenas algumas observações que entendo necessárias.

Originalmente o conjunto Lawrence da Arábia foi produzido pela Reamsa, na Espanha, e não continha cavalos, apenas camelos. Abaixo as fotos da caixa e do conteúdo do conjunto original:

Isto em nada invalida a tese do Miguel, afinal a adição de cavalos ao conjunto poderia ter sido uma idéia genuinamente brazuca...No filme Lawrence da Arábia há, sim, cavalos.

Sobre quem produziu o Lawrence da Arábia no Brasil:

Eu sinceramente acredito que este conjunto não foi produzido pela Casablanca. Dois fatores principais reforçam esta minha convicção: a) as figuras da Casablanca possuíam marca e/ou número, e as figuras do Lawrence da Arábia tupiniquim não possuem nada disso, b) Eu tenho listas de produtos e preços da Casablanca e, em nenhuma delas, há referência ao conjunto Lawrence da Arábia. Acredito, sim, que o “nosso” Lawrence da Arábia tenha sido produzido pela empresa Comanche, também fundada por espanhóis e também adepta da prática de copiar figuras da Espanha. Ver artigo “Fragmentos da História”.

Assim, se eu estiver certo, e se a tese do Miguel estiver correta, o cavalo misterioso seria um produto da Comanche.

Marcos Guazzelli





Comentários

Enviar comentario

De: cassiano olegario
Total apoio ao projeto do Raul, já e´tempo de os coleçionadores brazucas se unirem e dessa união surgir um livro!! Somos menos competentes que os espanhóis??


De: lima-np@hotmail.com
tenho o zorro da trol ,,,se alguem quiser trocar por cavalos estou ai para negociar


De: tadeu m. buono
este cavalo misterioso é gulliver , e faz parte da aldeia apache da década de 60 . se estiver a venda , compro o preto


De: Paulo Ricardo
Em 74/76 Eu tive 03 fortes apache Gulliver, e o fort Gen Custer, as carroças eram de madeira com o fundo em eucatex, seria esse um casablanca?


De: Marcos Avellar
Raul, se um dia se vc lançar esse livro será um marco na nossa hostória, está faltando no mercado uma referência sobre o assunto, apóio a idéia.


De: Raul Aguiar
Há muito perdi o contato com ele,mas chegamos até a planejar um livro sobre a Gulliver/Casablanca!Alguns me conhecem e sabem que não preciso inventar!


De: Raul Aguiar
roubou os moldes do conjunto Lawrence da arábia e o lançou com uma nova marca lançada por ele,não me recordo o nome.Isso foi me dito pelo próprio Andr


De: Raul Aguiar
Legal esta matéria!Pessoal,eu conversei por tel. algumas vezes com o dono da Gulliver,e ele foi quem me contou que um ex-funcionário da casablanca...


De: Luiz Carlos Pagliarini
Comprei a 7 meses peq. lote de figs. mistas (int. e queb.) nele tinha parte coqueiro duplo junto c/fig.Lawrence igual o acima. É mais inform. do conj.