A HISTÓRIA DOS FORTES DA TIMPO



Ano que vem – 2010 - os fãs da marca Timpo, que fez história com a linha de bonecos “swoppet” – moldados em cor e com partes intercambiáveis – comemoram (ou melhor, lamentam!)  os 30 anos do fechamento da fábrica na Escócia,  com direito à “tours” guiadas pelo que restou da empresa....snif!

Como não adianta chorar o leite derramado ou ficar na deprê pelo fato de a molecada de hoje não fazer a menor idéia do que seja um brinquedo de faroeste, resta a nós colecionadores manter viva a (nossa) memória!  Hoje vou falar um pouco sobre os fortes da Timpo, alguns dos itens mais disputados em leilões internacionais.

Os primeiros fortes da linha “Swoppet” saíram em 1971.  Eram dois modelos, um pequeno,  chamado de “Timpo Wild West Outpost”,  e um ENORME,  o “Timpo Wild West Fort”.   Isso lembra muito a estratégia da Gulliver, com seus “grandes” e “pequenos” fortes.   O “Outpost” não tinha guaritas, sendo basicamente uma versão reduzida do irmão maior.   O “Wild West Fort” tinha quatro guaritas descobertas, uma em cada canto do forte, vários soldados da sétima cavalaria,  índios sioux e uma base cartonada (outra semelhança com alguns conjuntos de faroeste da Gulliver).   O forte vinha também com um alojamento (na verdade, a mesma casa do conjunto “Timpo Wild West Ranch”,  e uma cadeia,  também aproveitada do conjunto “Wild West City”). O que gosto nas embalagens de 1971 são as fotos, bem realistas, que colocavam os fortes numa autêntica paisagem do velho oeste americano.

 

 

Aqui uma imagem dos dois fortes de 1971 montados, onde podemos ver claramente as diferenças de tamanho, além do alojamento e da prisão no forte grande.

Em 1972 desaparece o “Wild West Outpost”.  Mas o “Wild West Fort” continua firme e forte, com algumas mudanças.  O tamanho continua o mesmo, a base cartonada também, mas a embalagem ganha um desenho estilizado na caixa, que vai permanecer até 1974.   Outra mudança – esta para pior – o alojamento e a prisão foram trocados por modelos mais básicos, de uma nova linha de prédios do faroeste que estava sendo lançada pela empresa.

 

Em 1975, desaparece para sempre o “Wild West Fort” – na minha opinião de fã o mais bonito e completo já lançado por qualquer empresa no gênero.   Mas volta o “Wild West Outpost”, agora bem diferente, com guaritas fixas e cobertas nos quatro cantos do forte, e, ao contrário das guaritas da Gulliver, “cortadas ao meio”.  Este é o modelo de forte que vai permanecer até o fim da empresa em 1980.   Dá para perceber que é um modelo de produção mais barata.   O forte vem com soldados da sétima cavalaria e índios sioux variados, além da base cartonada.  Desaparecem o alojamento e a prisão.

 Em 1976,  o Wild West Outpost segue firme, e ainda ganha a companhia de um “clone”:  o “Fort Defiant”.  Ambos são EXATAMENTE iguais.  O que muda é a embalagem, a quantidade de soldados e índios que acompanham o conjunto, o visual da base cartonada, e alguns itens “especiais” do Defiant: um mínimo alojamento e alguns canhões. Uma curiosidade: nunca nenhum forte da Timpo veio acompanhado de índios “apache” – uma das mais belas coleções da empresa.  Eram sempre os “sioux”!  Deviam ter lançado logo um “Fort Sioux”! 

 

 

Em 1977, sai a linha “Wild West Outpost”.... mas o forte continua exatamente igual, agora batizado de “Fort Alamo”.   O Fort Defiant também segue na sua dura missão de combater índios belicosos e a constante queda das vendas (pra quem não lembra, em 1977 estreava Guerra nas Estrelas. A molecada queria brinquedos da franquia de George Lucas,   os famosos bonequinhos da Kenner, e não índios e cowboys do velho oeste!)

 

A última novidade lançada pela Timpo em seus fortes é o conjunto “Wild West Attack Set”,  que é bem interessante e raríssimo  (deve ter vendido tão pouco na época que acho que não sobrou quase nenhum para contar a história). O “Attack Set” traz um forte “detonado” pela guerra com os índios, praticamente uma ruína! 

De 1977 até o fechamento da empresa, em 1980, foi mais do mesmo.  Eu tenho um dos últimos modelos lançados pela Timpo, o “Fort Gerônimo” (ver em “coleções”, neste site),  que é exatamente igual ao modelo básico de forte lançado em 1975.

É isso!

Richard Kyaw

Julho de 2009





Comentários

Enviar comentario

De: renecardoso@bol.com.br
Alguém sabe dizer se existe alguma empresa que usa os moldes de bonecos Timpo ou detem seus direitos?


De: ALEX CHIESQUINI
CARA, MEUS OLHOS ENCHERAM DE LÁGRIMAS, EU TINHA UM DESSES, QUERO DE NOVO...POXA VIDA!!


De: José António Rocha
Muito bom. Ainda coleciono TIMPOS. Tive tambem um forte, mas, mudar três vezes de cas durante 4 anos fez com que o perdesse para sempre.


De: robson.garcia@cs-sitel.com.br
Como faço para adquirir um forte desses? da Timpo? Muito bacana. Obrigado e parabéns pelo artigo. Robson Garcia